ELEIÇÕES 2022

Lula tem muito a perder e pouco a ganhar ao falar sobre aborto, aponta pesquisa eleitoral

Pesquisa mostra que discurso de Lula sobre aborto tem pouco a somar à sua campanha, mas pode oferecer riscos

Augusto Tenório
Cadastrado por
Augusto Tenório
Publicado em 11/05/2022 às 10:19
EVARISTO SA / AFP
Ex-presidente Lula concedeu entrevista à Revista Time - FOTO: EVARISTO SA / AFP
Leitura:

Num discurso que agradou os setores progressistas, Lula (PT) disse ser contra o aborto, mas favorável à sua legalização no Brasil. Para sua campanha, porém, o petista tem muito a perder e pouco a ganhar, segundo pesquisa eleitoral.

O levantamento divulgado nesta quarta (11) pela Genial/Quaest, que também aponta a intenção de voto para o primeiro turno, mostra que 50% dos entrevistados afirmam que o posicionamento diminui a chance de votar em Lula.

Entre os evangélicos, esse percentual é mais elevado: 62% dos adeptos desse movimento cristão dizem que a chance de voto encolhe diante desse posicionamento. Entre os católicos, a parcela é de 48%.

Apenas 5% do eleitorado diz que o posicionamento favorável à legalização do aborto aumenta a chance de voto em Lula. Já 40% dos entrevistados dizem que a fala não altera a tendência com relação ao petista.

A pesquisa eleitoral da Genial/Quaest de maio realizou, face a face, 2 mil entrevistas com a população de 16 anos ou mais. A coleta de dados aconteceu entre os dias 5 e 8 de maio e o nível de confiança estimado pelo instituo é de 95%.

Comentários

Últimas notícias