BASTIDORES

Maioria dos eleitores não sabe que Marília Arraes saiu do PT

Pesquisa, obtida com exclusividade pela coluna, indica que a maioria dos eleitores não tem conhecimento sobre a saída de Marília Arraes do PT

Augusto Tenório
Cadastrado por
Augusto Tenório
Publicado em 18/05/2022 às 18:43 | Atualizado em 19/05/2022 às 10:57
PH Reinaux/Solidariedade
RECIFE Segundo Marília, o PSB tratou o PT como um grupo de gângsteres na campanha de 2020 - FOTO: PH Reinaux/Solidariedade
Leitura:

Uma pesquisa feita para avaliação interna de grupo aliancista apresenta dados a erem utilizados para planejamentos de campanhas em Pernambuco. O levantamento, obtido com exclusividade pela coluna, indica que a maioria dos eleitores não tem conhecimento sobre a saída de Marília Arraes do PT.

A pré-candidata ao Governo de Pernambuco deixou o Partido dos Trabalhadores em março último, filiando-se ao Solidariedade para disputar o Palácio Campo das Princesas. Ela não abandonou a cor vermelha e faz esforços para continuar associada à imagem de Lula, ex-presidente e líder nas pesquisas de intenção de voto no estado.

Aos adversários, porém, outro dado chama atenção. Para a imensa maioria dos entrevistados pela pesquisa, o fato dela ter saído do PT e entrado no Solidariedade não altera a vontade de votar ou não em Marília Arraes.

REDES SOCIAIS
Marília Arraes jogou foto de Lula com chapéu de palha nas redes sociais - REDES SOCIAIS

Uma pequena parcela diz que a mudança de partidos diminui a vontade de votar na pré-candidata ao Governo e uma parte ainda menor afirma que aumenta. A grande maioria também se diz a favor de um sistema para garantir maior participação das mulheres no preenchimento de cargos no governo.

Eleitores também avaliam motivo para saída de Marília Arraes do PT

Além de questionar os eleitores sobre seu conhecimento acerca da saída de Marília Arraes do PT, a pesquisa encomendada pelo grupo aliancista também mede a opinião sobre o motivo do rompimento da deputada com seu partido.

Dentre os que souberam da mudança de partido, a maioria não sabe ou não quis opinar sobre o que teria levado à desfiliação. Parte considerável, porém, considera o rompimento aconteceu porque o PT não oferecia oportunidade ou apoio à pré-candidata.

Partes menores creditam a mudança de partido a um interesse ou estratégia política de Marília Arraes ou mesmo uma busca de mudança ou afastamento de uma suposta imagem desgastada do PT.

E Lula, fica com quem?

Outro destaque da pesquisa é que a maioria dos eleitores entrevistados não conhece quem é o pré-candidato ou pré-candidata apoiada por Lula em Pernambuco. Dentre os que afirmam saber, quatro vezes mais apontam Marília Arraes em comparação a Danilo Cabral, pré-candidato do PSB que recebeu apoio do petista.

A associação à imagem de Lula é objeto de desejo e disputa entre os pré-candidatos do Solidariedade e do PSB. Em entrevista à Rádio Jornal, o ex-presidente deu apoio a Danilo Cabral, mas não rejeitou Marília Arraes. Pouco depois, porém, o petista colocou um chapéu com o nome da pré-candidata num evento.

A pesquisa foi realizada em Pernambuco entre os dias 08 e 11 de maio de 2022. Ao todo, foram 2.065 entrevistas.

Comentários

Últimas notícias