Determinação federal

Ministério da Justiça obriga eventos a liberarem entrada de público com água para consumo pessoal, após jovem morrer em show de Taylor Swift no Rio

Medida vale para eventos a partir deste sábado (18); Morte de fã durante show de Taylo Swift está sendo atribuída ao calor extremo no Rio de Janeiro; público não podia entrar com água

Imagem do autor
Cadastrado por

Gabriel dos Santos

Publicado em 18/11/2023 às 14:08 | Atualizado em 18/11/2023 às 15:24
X

Empresas que promovem espetáculos no Brasil serão obrigadas a liberarem a entrada do público portando garrafas de água para consumo pessoal. O anúncio foi feito pelo ministro da Justiça, Flávio Dino e a medida já vale a partir deste sábado (18).

A decisão foi tomada, após uma jovem de 23 anos morrer durante um show da cantora Taylor Swift no Rio de Janeiro, na sexta-feira (17). A morte está sendo relacionada ao intenso calor que faz na capital fluminense e ao fato do público do show ter sido proibido de entrar no local com água para beber.

VEJA O QUE DISSE O MINISTRO

"A partir de hoje, por determinação da Secretaria do Consumidor do Ministério da Justiça, será permitida a entrada de garrafas de ÁGUA de uso pessoal, em material adequado, em espetáculos. E as empresas produtoras de espetáculos com alta exposição ao calor deverão disponibilizar água potável gratuita em “ilhas de hidratação” de fácil acesso", publicou Flávio Dino na rede social X (antigo Twitter).

REPRODUÇÃO
Ana Clara Benevides Machado, 23 anos, saiu do Mato Grosso para o Rio. Ela passou mal por causa do calor antes da apresentação da cantora - REPRODUÇÃO

"A medida vale imediatamente. A Portaria será editada em, no máximo, 1 hora. Será postada aqui para conhecimento dos detalhes", acrescentou o ministro.

"A Secretaria Nacional do Consumidor tomará as providências cabíveis para a fiscalização, com a colaboração dos Estados e dos Municípios, bem como atuação da Polícia, se necessário", finalizou.

Altas temperaturas no Rio e morte de jovem

Neste sábado (18), a sensação térmica no Rio de Janeiro chegou a 59°C em Guaratiba, na Zona Oeste, às 8h, de acordo com a GloboNews.

Ainda segundo a emissora, o Instituto Nacional de Meteorologia registrou 41,4 °C, na estação meteorológica de Marambaia.

Na sexta-feira (17), a estudante universitária Ana Clara Benevides Machado, de 23 anos, morreu após passar mal durante o primeiro show da cantora Taylor Swift, que está em turnê no Brasil. 

Imagem: Reprodução/Twitter
Taylor Swift; música pop; cultura; famosos; - Imagem: Reprodução/Twitter

Pessoas que estiveram no show relataram ao portal G1 um forte calor. Ao longo do dia, os termômetros bateram 39,1ºC no Rio de Janeiro.

Por enquanto, não se sabe se, de fato, o calor está associado à morte de Ana Clara. A Prefeitura do Rio declarou que a universitária sofreu uma parada cardíaca. A perícia do IML é que vai concluir as causas da morte.

"Não acredito que estou escrevendo essas palavras, mas é com o coração partido que digo que perdemos uma fã hoje à noite", lamentou Taylor em uma publicação no Instagram.

Tags

Autor