segurança

Polícia Militar de Pernambuco usará câmeras corporais durante o carnaval 2024, indica SDS

Policiais militares de Pernambuco terão patrulha com câmeras corporais no Carnaval. Itens não serão para todos os agentes de segurança

Imagem do autor
Cadastrado por

Cynara Maíra

Publicado em 27/01/2024 às 11:30
Notícia
X

Em meio aos debates sobre o uso de câmeras corporais em policiais, a Secretaria de Defesa Social (SDS) do Governo de Pernambuco anunciou nesta sexta-feira (26) a determinação de que a Polícia Militar do Estado usará os itens durante o carnaval no Recife e em Olinda. 

PM DE PERNAMBUCO USARÁ CÂMERAS CORPORAIS DURANTE O CARNAVAL

A definição da SDS apresenta que as câmeras corporais individuais serão usadas pela PM de Pernambuco durante as festividades do carnaval, no Galo da Madrugada, no Recife Antigo e em Olinda. 

Apesar de serem individuais, foi indicado que haverá apenas uma câmera para cada patrulha da PM envolvido no esquema para o carnaval. Nesse contexto, o item ficará no comandante do grupo. A SDS prevê que, apenas para operação no Galo da Madrugada, serão lançadas 100 patrulhas na rua. 

É indicado que o uso das câmeras foi testado ainda em 2023 pelo 17º Batalhão da Polícia Militar, vinculado com o policiamento de Paulista e Abreu e Lima. Ao todo, foram adquiridas pelo Governo Raquel Lyra (PSDB) 187 câmeras corporais, que custaram R$ 419.500. O grupo que participou dos testes será recrutado para participar da ação de carnaval. 

Também foi apresentado que os pontos de acesso ao Recife Antigo serão fechados pela PM. Para acessar o local será necessário que os indivíduos façam reconhecimento facial de checagem do Banco Nacional de Mandados de Prisão. 

CARNAVAL 2024: ESCULTURA do GALO da MADRUGADA é APRESENTADA ao VIVO

DEBATE SOBRE CÂMERAS CORPORAIS CIRCULA O BRASIL 

Ao longo do ano de 2023 e já no início de 2024, o debate sobre câmeras corporais nas polícias tem causado polêmica entre gestões.

Enquanto políticos como o governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), mostram-se resistentes ao uso, representantes do governo Lula (PT) têm trabalhado para implementar em âmbito nacional a utilização das câmeras.

O atual secretário-executivo do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Cappelli, já havia relatado o plano de que o órgão publique em breve as diretrizes nacionais para o uso de câmeras corporais pelas polícias do país.

Apesar de Cappelli estar de saída da pasta, o futuro secretário de Segurança Pública do Ministério, Mário Sarrubbo, também se posicionou favorável ao uso das câmeras corporais por policiais militares.

No dia 19 de janeiro, o Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária (CNPCP) aprovou a recomendação de que agentes de segurança pública e privada utilizem câmeras corporais em seus uniformes para sua maior segurança e dos cidadãos. 

Do outro lado, gestões e policiais alegam um forte custo de investimento e apontam que a ação gera temor por parte dos agentes de segurança, que tendem a evitar casos que possam incriminá-los por postura incorreta. 

Tags

Autor