COLUNA MOBILIDADE

Apesar da demora, requalificação da Presidente Kennedy já reflete ganhos para o transporte público e a segurança viária

O número de eventos de trânsito (colisões e atropelamentos) caiu 20% e os ônibus tiveram redução do tempo de viagem de aproximadamente 10%

Roberta Soares
Roberta Soares
Publicado em 15/04/2021 às 16:43
Notícia
DIVULGAÇÃO OLINDA
A expectativa é de que, à medida que a requalificação avance, esses números também cresçam ao longo do corredor - FOTO: DIVULGAÇÃO OLINDA
Leitura:

Apesar da lentidão das obras e de apenas 30% da requalificação urbana da Avenida Presidente Kennedy, eixo viário estruturador de Olinda, na Região Metropolitana do Recife, ter sido concluída após mais de um ano, já é possível identificar ganhos para o transporte público e a segurança viária da avenida. Os dados iniciais apontam um aumento da velocidade dos coletivos de aproximadamente 10% e uma redução de 20% no número de eventos de trânsito no corredor, ou seja, colisões e atropelamentos.

LEIA MAIS:

Presidente Kennedy, em Olinda, é parte esperança, parte suplício com lentidão da obra

Confira a série de reportagens Por um novo transitar

E, o que é melhor sob a ótica da preservação de vidas e prioridade ao transporte coletivo: a expectativa é de que, à medida que a requalificação avance, esses números também cresçam. Os dados consideram todo o corredor, inclusive os 2,7 quilômetros que ainda estão degradados e tomados por conflitos de trânsito. Mas, segundo a Prefeitura de Olinda, o 1,8 quilômetro que compreende a primeira etapa da via e já foi finalizado, era o mais conflituoso e, por isso, os ganhos já ficam evidentes.

YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
Pela Avenida Presidente Kennedy circulam cinco mil veículos por dia e 39 linhas de ônibus - YACY RIBEIRO/JC IMAGEM

No caso dos eventos de trânsito (não vamos chamar de acidentes porque na grande maioria dos casos não é acidente, ou seja, algo evitável), foram 45 registros entre outubro de 2019 e março de 2020, antes da requalificação avançar. Já entre outubro de 2020 e março de 2021, foram registrados 36 eventos. E isso porque 70% do corredor ainda está degradado. Quando é avaliado isoladamente o trecho já requalificado, a redução chega a 80%.

“Considerando que só fizemos um terço da obra, podemos dizer que a redução chegará, no mínimo, a 60% quando comparado com a situação de antes da requalificação. E é o que esperamos porque a reforma da Presidente Kennedy valorizou a segurança viária, dando protagonismo ao pedestre. São travessias elevadas, novas calçadas e iluminação em LED”, afirma o assessor técnico da Prefeitura de Olinda, Evandro Avelar.

YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
Novas paradas de ônibus no primeiro trecho requalificado da via oferecem mais conforto para os passageiros - YACY RIBEIRO/JC IMAGEM

ÔNIBUS

Pela Avenida Presidente Kennedy circulam cinco mil veículos por dia e 39 linhas de ônibus. Segundo dados da empresa de ônibus Caxangá, que tem dez linhas operando na Kennedy e realizando 806 viagens por dia na via, a redução do tempo de viagem foi de 6% considerando a circulação em todo o corredor, o que equivale 4minutos e 12seg, em média, a menos no tempo de viagem. Os dados têm como referência a linha 820 - TI Xambá (Cabugá), que tem 40% do percurso na Kennedy.

Sobre os eventos de trânsito envolvendo os coletivos da empresa na avenida, a redução foi superior a 70% quando comparado o primeiro trimestre de 2020 com o primeiro trimestre de 2021. “Destacamos, ainda, que a duplicação da faixa exclusiva possibilita ultrapassagens nos pontos de paradas, conferindo maior velocidade à operação. As intervenções nos pontos de travessia dos pedestres também parecem benéficas à segurança de todos que usam o corredor”, afirmou a empresa por nota. Segundo a Prefeitura de Olinda, a velocidade dos ônibus no corredor era entre 12 km/h e 15 km/h e o projeto simulou que após a requalificação seria possível aumentar em 40%.

DIVULGAÇÃO/PREFEITURA DE OLINDA
Dos 4,5 quilômetros da Presidente Kennedy, 1,8 quilômetro está requalificado. Os 2,7 restantes devem ficar prontos em dezembro de 2021 - DIVULGAÇÃO/PREFEITURA DE OLINDA

A obra de requalificação da Presidente Kennedy começou no início de 2020 e vai custar R$ 15,5 milhões - basicamente recursos do município de Olinda. A drenagem vai beneficiar 60 ruas adjacentes. A avenida tem oito paradas de ônibus, quatro delas já instaladas no lado direito da via na primeira etapa das obras.

YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
MELHORIAS Novas paradas de ônibus instaladas no primeiro trecho requalificado da via oferecem mais conforto para os passageiros - FOTO:YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
Pela Avenida Presidente Kennedy circulam cinco mil veículos por dia e 39 linhas de ônibus - FOTO:YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
DIVULGAÇÃO/PREFEITURA DE OLINDA
Dos 4,5 quilômetros da Presidente Kennedy, 1,8 quilômetro está requalificado. Os 2,7 restantes devem ficar prontos em dezembro de 2021 - FOTO:DIVULGAÇÃO/PREFEITURA DE OLINDA

Comentários

Últimas notícias