Opinião

Bolsonaro diz que o Brasil está em paz. O problema é que o presidente sabe que protestos são imprevisíveis

Muita gente do mundo político dormiu a noite de ontem um pouco mais aliviada depois da promessa do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), dizendo que ninguém precisa ter medo das manifestações do 7 de Setembro

Romoaldo de Souza
Romoaldo de Souza
Publicado em 03/09/2021 às 7:44
Análise
ISAC NÓBREGA/PR
"O Brasil está em paz, no meu entender. Está faltando uma ou outra autoridade ter a humildade de reconhecer que extrapolou e trazer a paz para o Brasil. Ninguém precisa temer o 7 de Setembro", disse Bolsonaro - FOTO: ISAC NÓBREGA/PR
Leitura:

Muita gente do mundo político dormiu a noite de ontem um pouco mais aliviada depois da promessa do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), dizendo que ninguém precisa ter medo das manifestações do 7 de Setembro.

“O Brasil está em paz, no meu entender. Está faltando uma ou outra autoridade ter a humildade de reconhecer que extrapolou e trazer a paz para o Brasil. Ninguém precisa temer o 7 de Setembro”, disse durante solenidade no Palácio do Planalto.

O problema é que o presidente sabe que protestos são sempre imprevisíveis. Por mais pacíficos que comecem, tem sempre um ou outro querendo subir o tom, dar uma esticada na corda. E para apagar incêndio com gasolina, o país tem muitos.

Em todo caso, o Congresso Nacional, o Poder Executivo e os tribunais superiores todos resolveram decretar ponto facultativo na segunda-feira, véspera do feriado, o que pode amenizar os ânimos mais exaltados.

Mas sempre é bom destacar. Não há motivos para condenar essa ou aquela manifestação, seja de esquerda, de direita. O protesto é livre, desde que pacífico!

Pense nisso!

Comentários

Últimas notícias