Salões de beleza vão combater a violência contra a mulher

Publicado em 07/10/2019 às 14:24
Profissionais da área da beleza vão receber capacitação para ajudar vítimas de violência. Foto: JC Imagem/Arquivo
FOTO: Profissionais da área da beleza vão receber capacitação para ajudar vítimas de violência. Foto: JC Imagem/Arquivo
Leitura:
Profissionais da área da beleza vão receber capacitação para ajudar vítimas de violência. Foto: JC Imagem/Arquivo Uma iniciativa do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) vai capacitar profissionais que trabalham em salões de beleza, como cabeleireiros, manicures, depiladores e esteticistas, para disseminar informações que possam contribuir no combate à violência contra a mulher. O curso gratuito será no próximo dia 14, a partir das 9h, na Escola judicial de Pernambuco (Esmape). O programa Mãos Empenhadas Contra a Violência propõe a capacitação de profissionais da área da beleza para que sejam agentes multiplicadores de informação no combate à violência doméstica e familiar contra a mulher, identificando e orientando as clientes sobre as formas de denunciar os abusos. A iniciativa, da Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação Doméstica e Familiar de Pernambuco, foi originalmente lançada pelo Poder Judiciário do Mato Grosso do Sul. O projeto já foi implantado também em tribunais de Justiça do Rio de Janeiro e São Paulo. Os estabelecimentos que aderirem recebem um “selo” para identificação de sua parceria. A ideia do selo é de que o cliente possa identificar um salão que apoia o combate à violência contra a mulher, proporcionando maior visibilidade junto aos clientes para fortalecer a atuação no programa. Em Pernambuco, a iniciativa conta com o apoio do Instituto Maria da Penha e do SinBeleza Pernambuco. Clique aqui e faça a sua inscrição no curso. O endereço da Esmape é Rua Desembargador Otílio Neiva Coêlho, s/n, Ilha Joana Bezerra, no Recife. LEIA TAMBÉM Delegacias da Mulher fechadas nos horários em que elas mais precisam

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias