Segurança

Na pandemia, houve aumento de 62% no nº de baleados em bares do Grande Recife

No total, 47 pessoas foram baleadas em bares no Grande Recife. Destas, 29 morreram.

Raphael Guerra
Raphael Guerra
Publicado em 12/01/2021 às 21:52
Notícia

DAY SANTOS/JC IMAGEM
Em 05 de setembro de 2020, confusão entre policial militar e policial penal resultou na morte de três pessoas em um bar na Zona Sul do Recife - FOTO: DAY SANTOS/JC IMAGEM
Leitura:

Levantamento realizado pela plataforma Fogo Cruzado revela o crescimento de atos de violência nos bares localizados na Região Metropolitana do Recife (RMR), neste período de pandemia do novo coronavírus. De acordo com os dados, 47 pessoas foram baleadas (29 morreram) entre 18 de março - quando o primeiro caso da covid-19 foi confirmado no Estado - até 31 de dezembro do ano passado. No mesmo período de 2019, foram 29 pessoas baleadas nos bares (15 faleceram). Os números foram obtidos com exclusividade pela coluna Ronda JC

Um dos casos de maior repercussão ocorreu em 05 de setembro de 2020, quando um policial penal e um policial militar se envolveram numa confusão que resultou em troca de tiros e três mortes em um bar localizado no bairro de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife. O major José Dinamérico Barbosa da Silva Filho, 49 anos, e o policial penal Ricardo de Queiroz Costa, 40, viraram réus por seis crimes. Eles estão presos preventivamente e aguardam julgamento. 

AUMENTO DA VIOLÊNCIA

A Fogo Cruzado, que contabiliza a violência armada na RMR, também observou que houve uma média de cinco tiroteios por dia no ano passado. Foram 1.710 tiroteios/disparos de arma de fogo em 2020 - destes, 1.378 ocorreram no período de 18 de março (data da primeira suspensão de atividades) a 31 de
dezembro.

Em comparação com o mesmo período de 2019 – quando houve 975 tiroteios – o período de pandemia representou um aumento de 41% nos registros.

Em 2020, foram 1.569 pessoas baleadas: 968 mortas e 601 feridas. O aumento mais expressivo foi em relação aos feridos: número 87% maior que o ano anterior – quando houve 321 pessoas feridas.

Na próxima sexta-feira (15), a Secretaria de Defesa Social deve divulgar o balanço dos homicídios em Pernambuco. A expectativa é de um aumento de 9 a 10% nos números de 2020 em relação a 2019. 

Comentários

Últimas notícias