CRIME

Em Pernambuco, bandidos se passam por promotores de Justiça para pedir dinheiro por telefone

Ministério Público confirmou casos no Estado e explicou como funciona a armadilha

Raphael Guerra
Raphael Guerra
Publicado em 15/09/2021 às 19:08
Notícia
MARCELLO CASAL JR/ AGÊNCIA BRASIL
Golpistas estão pedindo que dinheiro seja transferido via pix - FOTO: MARCELLO CASAL JR/ AGÊNCIA BRASIL
Leitura:

É preciso redobrar o cuidado. Em comunicado publicado nesta quarta-feira (15), o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) alertou que golpistas estão entrando em contato com cidadãos e entidades se passando por promotores de Justiça, pedindo dinheiro através de transferências por pix. Já foram detectados casos do tipo em municípios localizados no interior de Pernambuco e também na Paraíba.

Assim, o MPPE informou que promotores de Justiça ou servidores não enviam mensagens ou telefona para as pessoas solicitando transferências de dinheiro, depósitos ou qualquer tipo de pagamento.

Quem receber algum telefonema desse tipo, não deve enviar qualquer valor. A orientação é que a chamada ou conversa por mensagens seja interrompida imediatamente.

COMO DENUNCIAR

Você pode entrar em contato diretamente com o MPPE por meio da Ouvidoria, pelo Disque MP 127 ou pelo WhatsApp (81) 99679.0221.

Outra opção é telefonar para a Promotoria de Justiça da sua cidade, por meio da lista de telefones e endereços, disponível em www.mppe.mp.br/mppe/institucional/enderecos-e-telefones.

Comentários

Últimas notícias