POLÍCIA CIVIL

Delegacias de Porto de Galinhas e Tamandaré estão sem plantão, denuncia Adeppe

Às vésperas do verão, e com praias lotadas nos fins de semana, unidades policiais não estão abertas 24h

Raphael Guerra
Raphael Guerra
Publicado em 13/11/2021 às 8:30
Notícia
DAY SANTOS / JC IMAGEM
Delegacia de Porto de Galinhas, em Ipojuca, fica bem na área central - FOTO: DAY SANTOS / JC IMAGEM
Leitura:

Às vésperas do verão, e com praias lotadas nos fins de semana, importantes delegacias não estão funcionando 24 horas em Pernambuco. A unidade policial que fica em Tamandaré e a de Porto de Galinhas (Ipojuca), ambas no Litoral Sul, estão com plantões interrompidos por falta de efetivo policial disponível. A denúncia é da Associação de Delegados de Polícia de Pernambuco (Adeppe).

"Os plantões policiais, sempre muito movimentados, elevam o nível de estresse dos delegados. Eles são submetidos aos mais diversos cenários no contexto da segurança pública e combate à violência no estado. Da falta de estrutura ao excesso de atribuições, com acúmulo de inúmeras cidades. É extremamente importante que seja respeitado o período de descanso adequado, preservando a saúde mental para que se possa atuar com mais tranquilidade, evitando erros de julgamento das ocorrências que lhes são apresentadas, evitando o cometimento de alguma injustiça", diz trecho da nota divulgada pela Adeppe nas redes sociais. 

"No cenário atual de desrespeito por parte do Governo de Pernambuco, muitos servidores deixaram o Programa de Jornada Extra de Segurança (PJES), provocando o fechamento de vários polos de plantão, em importantes localidades turísticas do Estado, no momento em que o turismo volta em ritmo acelerado por conta do verão e do relaxamento das regras de convívio", completa o texto.

Por causa do fechamento das delegacias em horários noturnos e fins de semana, prisões em flagrantes estão sendo registradas em outras cidades, fazendo a Polícia Militar se deslocar do município original. Além disso, há dificuldade para quem precisa registrar uma queixa em Porto de Galinhas e Tamandaré. O jeito, a depender do crime, é fazer o registro virtual pelo site da Secretaria de Defesa Social (sds.pe.gov.br). 

 

 

Comentários

Últimas notícias