PROCESSO

Fábio Assunção faz acordo com Justiça e encerra processo por 4 crimes em Pernambuco

Ator respondia por dano, resistência à prisão, desobediência e desacato após confusão no município de Arcoverde, no Sertão do Estado

Raphael Guerra
Cadastrado por
Raphael Guerra
Publicado em 26/04/2022 às 17:31 | Atualizado em 26/04/2022 às 21:51
Foto: Reprodução
Fábio Assunção se envolveu em uma briga durante uma festa de São João, em Arcoverde, Sertão de Pernambuco - FOTO: Foto: Reprodução
Leitura:

Quase cinco anos após o ator Fábio Assunção se envolver numa confusão no município de Arcoverde, no Sertão de Pernambuco, o caso teve um desfecho na Justiça nessa segunda-feira (25). Ele era réu por quatro crimes: dano, resistência à prisão, desobediência e desacato.

Na sentença assinada pela juíza titular da Vara Criminal da Comarca de Arcoverde, Mônica Wanderley Cavalcanti Magalhães, foi aceito o acordo de transação penal proposto pela defesa do ator junto ao Ministério Público de Pernambuco (MPPE).

No acordo de transação penal, o réu aceita cumprir medidas restritivas de direito e o processo é arquivado. Isso é possível quando o réu não possui antecedentes criminais, entre outras regras.

Como se trata de um processo que corre em segredo de justiça, o MPPE e o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) não informaram quais são as medidas restritivas que Fábio Assunção terá que cumprir.

"O processo se encontra em segredo de justiça por determinação da juíza titular da Vara Criminal da Comarca de Arcoverde, Mônica Wanderley Cavalcanti Magalhães, o que restringe as informações às partes e aos seus representantes legais", informou, em nota, a assessoria do TJPE. 

A assessoria do ator também foi procurada pela coluna Ronda JC, mas não houve resposta até a publicação desta reportagem. Se houver pronunciamento, o texto será atualizado. 

RELEMBRE O CASO

Fábio Assunção foi detido após uma briga no Pátio de Eventos da cidade, onde acontecia uma festa de São João, em 24 de junho de 2017. Segundo as investigações, o ator teria agredido pessoas, desacatado policiais e quebrado o vidro de uma viatura da Polícia Militar.

Com sinais de embriaguez, ele foi autuado em flagrante. Em audiência de custódia, a Justiça concedeu a liberdade provisória após pagamento de fiança no valor de R$ 9.370.

No mesmo dia em que foi detido e liberado pela Justiça, o ator publicou mensagem no Instagram lamentando o caso. Leia o texto:

"Era uma noite de celebração. Tínhamos acabado de exibir nosso documentário filmado no sertão pernambucano no palco principal do festival de São João. Então fomos com a equipe confraternizar e a situação saiu do controle. Infelizmente aconteceu uma briga. Errei ao me exceder. Não fiz uso de nenhuma droga ilícita - o que será comprovado pelo exame toxicológico que eu mesmo pedi para ser feito. Serei responsável pelos danos causados. Agora estou bem. Agradeço pelas tantas manifestações de carinho e apoio que recebi. Peço a todos sinceras desculpas. Não é fácil, mas reconhecer meus erros e procurar sempre aprender com eles é o que eu desejo", disse Fábio Assunção.

Comentários

Últimas notícias