CRIMINALIDADE

Tiroteios crescem no Grande Recife em abril; Veja bairros mais violentos

Levantamento do Instituto Fogo Cruzado aponta que 141 pessoas foram mortas a tiros no mês passado. Aumento de 15% em relação a abril de 2021

Raphael Guerra
Cadastrado por
Raphael Guerra
Publicado em 04/05/2022 às 16:54
SEVERINO SOARES/JC IMAGEM
Violência no Grande Recife, em 2022, continua alta e preocupante - FOTO: SEVERINO SOARES/JC IMAGEM
Leitura:

Levantamento do Instituto Fogo Cruzado, divulgado nesta quarta-feira (04), revela que houve aumento no número de tiroteios e de mortes por armas de fogo na Região Metropolitana do Recife (RMR) no último mês de abril. 

Houve 172 tiroteios/disparos de arma de fogo no mês passado. Em comparação com o mesmo período de 2021, que concentrou 152 registros, houve aumento de 13% nos tiroteios.

Ao todo, 202 pessoas foram baleadas em abril deste ano, quantidade superior à registrada em abril de 2021, quando foram 161 vítimas.

O número de mortos em abril teve aumento de 15%: de 123 em abril de 2021, para 141 em abril deste ano. Já o número de feridos subiu 61%, indo de 38 para 61 vítimas.

As datas mais afetadas pela violência armada em abril foram o dia 10, com 12 tiroteios e 14 mortos, e os dias 11 e 14, com cinco feridos.

O dia 10 de abril, inclusive, mostra que a violência armada alcança toda a RMR: no mesmo dia, um adolescente de 17 anos foi morto em Olinda; um homem foi morto a tiros dentro de uma igreja evangélica no Cabo; um casal de 54 e 56 anos foi morto a tiros em Jaboatão; 2 homens foram mortos a tiros no Recife.

Dos 172 tiroteios registrados em abril no Grande Recife, 98% deles terminaram com vítimas (mortos e/ou feridos).

Municípios mais afetados pela violência armada foram:

Recife: 64 tiroteios, 54 mortos e 23 feridos

Jaboatão dos Guararapes: 35 tiroteios, 31 mortos e 14 feridos

Cabo de Santo Agostinho: 23 tiroteios, 19 mortos e 3 feridos

Camaragibe: 15 tiroteios, 10 mortos e 6 feridos

Paulista: 9 tiroteios, 4 mortos e 7 feridos

Os bairros mais afetados em abril:

Ponte dos Carvalhos (Cabo de Santo Agostinho): 9 tiroteios, 7 mortos e 2 feridos

Cajueiro Seco (Jaboatão dos Guararapes): 7 tiroteios, 3 mortos e 3 feridos

Cohab (Recife): 5 tiroteios, 6 mortos e 2 feridos

Afogados (Recife): 5 tiroteios, 4 mortos e 1 ferido

Barra da Jangada (Jaboatão dos Guararapes): 4 tiroteios, 6 mortos e 3 feridos

Comentários

Últimas notícias