COLUNA JC SAÚDE E BEM-ESTAR

Coronavírus: "Acreditem na gravidade da situação; fiquem em casa", apela secretário após confirmação da 1ª morte em Pernambuco

Mensagem de André Longo foi dada ao anunciar a morte de um idoso, de 85 anos, pelo novo coronavírus. Às 17h desta quarta-feira (25), ele atualizará a situação da doença em Pernambuco durante coletiva de imprensa online

Cinthya Leite
Cinthya Leite
Publicado em 25/03/2020 às 15:41
HELIA SCHEPPA/SEI
André Longo explicou que a nova semana epidemiológica será analisada antes da liberação do retorno dos jogos. - FOTO: HELIA SCHEPPA/SEI
Leitura:

Com a confirmação da primeira morte, em Pernambuco, pelo novo coronavírus, o secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo, fez um apelo à população nesta quarta-feira (25): "Este óbito só reforça o que estamos dizendo diariamente: fiquem em casa, sigam as orientações das autoridades sanitárias e especialistas que têm tratado esta questão com a importância e responsabilidade que ela merece. Acreditem na gravidade da situação e sigam as orientações do Governo do Estado". 

Leia também: Após Bolsonaro recomendar fim do isolamento por coronavírus, ministro da Saúde diz que só sai se for demitido

O secretário acrescentou que todos da sociedade tem a opção de escolher ser um agente de proteção ou de transmissão do novo coronavírus: "Ficar em casa, neste momento, significa salvar vidas. O momento exige consciência e responsabilidade de todos". Ao todo, Pernambuco já tem 46 casos confirmados da doença.

A primeira morte pelo novo coronavírus, no Estado, foi de um idoso de 85 anos, que estava internado no Hospital Universitário Oswaldo Cruz (Huoc), em Santo Amaro, área central do Recife, referência para o acompanhamento dos casod de covid-19 na rede estadual. O paciente, morador do Recife, tinha histórico de diabetes e hipertensão, além de cardiopatia isquêmica. Ele apresentou os primeiros sintomas no dia 18 deste mês e foi internado no Huoc na última sexta-feira (20).

Antes de ir ao Huoc, o idoso foi atendido, na última quinta-feira (19), em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), com um quadro de febre, tosse seca, dispneia (dificuldade de respirar) e dor toráxica. O paciente recebeu assistência na UPA, onde foi entubado e, em seguida, transferido para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Huoc. No hospital, foi iniciado tratamento medicamentoso, com antibiótico e com o antiviral oseltamivir (tamiflu), indicado para tratar influenza em pessoas com quadro de síndrome respiratória aguda grave (Srag).

Comentários

Últimas notícias