COVID-19

Após Bolsonaro recomendar fim do isolamento por coronavírus, ministro da Saúde diz que só sai se for demitido

Atual presidente da Anvisa é cotado para substituir Mandetta no ministério

JC
Cadastrado por
JC
Publicado em 25/03/2020 às 12:13 | Atualizado em 25/03/2020 às 12:31
REPRODUÇÃO/TV BRASIL
Questionado sobre o descumprimento do isolamento social de algumas pessoas, o Ministro da Saúde afirmou que a única coisa que pode fazer é recomendar a não aglomeração - FOTO: REPRODUÇÃO/TV BRASIL
Leitura:

Após o pronunciamento do presidente da República, Jair Bolsonaro, na noite de quarta-feira (24), muitos têm questionado se Luiz Henrique Mandetta, permanecerá à frente do Ministério da Saúde. Mandetta disse que só sairá do cargo se for demitido. As informações são do jornal Correio Braziliense.

>>Em live, Bolsonaro diz que falará com ministro da Saúde para propor isolamento do coronavírus apenas para idosos

>>Após Bolsonaro pedir reabertura do comércio e escolas e fim da quarentena do coronavírus, políticos reagem

>>Coronavírus: "A retirada das crianças da escola foi uma medida muito acertada", reforça pediatra

>>Coronavírus: "Pernambuco tem que parar; tem que fechar tudo mesmo", alerta médica epidemiologista

Em tempos de pandemia do coronovírus, Bolsonaro têm se pronunciado contra às medidas de enfrentamento à doença adotadas pelo Ministério da Saúde. Sendo assim, acredita-se que Mandetta poderá ser substituído por Antonio Barra Torres, médico e atual presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Barra Torres participou das manifestações à favor do governo Bolsonaro no último dia 15, quando o presidente esteve em contato com vários apoiadores mesmo estando com suspeita da Covid-19

O que é coronavírus?

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China.Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

 

Como prevenir o coronavírus?

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.
  • Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (mascára cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

Para a realização de procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95.

Confira o passo a passo de como lavar as mãos de forma adequada

 

Comentários

Últimas notícias