COLUNA JC SAÚDE E BEM-ESTAR

Pernambuco registra primeira morte pelo novo coronavírus

Além do primeiro óbito, um idoso de 85 anos, Estado confirmou 4 novos casos nas últimas 24h, totalizado 46 pessoas com diagnóstico confirmado em Pernambuco

Cinthya Leite
Cinthya Leite
Publicado em 25/03/2020 às 14:51
Notícia
LEO MOTTA/JC IMAGEM
André Longo participou, nesta segunda-feira (18), do debate da Super Manhã, com Geraldo Freire - FOTO: LEO MOTTA/JC IMAGEM
Leitura:

A Secretaria de Saúde de Pernambuco (SES) confirma, nesta quarta-feira (25), 46 casos do novo coronavírus e a primeira morte pela doença no Estado. A vítima é um idoso de 85 anos, que estava internado no Hospital Universitário Oswaldo Cruz (Huoc), em Santo Amaro, área central do Recife, referência para o acompanhamento dos casos de covid-19 na rede estadual. O paciente, morador do Recife, tinha histórico de diabetes e hipertensão, além de cardiopatia isquêmica. Ele apresentou os primeiros sintomas no dia 18 deste mês e foi internado no Huoc na última sexta-feira (20). Há outras 13 mortes suspeitas de covid-19, no Estado, e outros vírus respiratóriosNesta quinta-feira (26), mais dois óbitos foram confirmados, subindo para três o total de mortes no Estado.

Coronavírus pode ser transmitido pelos olhos, diz oftalmologista

Coronavírus: "Acreditem na gravidade da situação; fiquem em casa", apela secretário após confirmação da 1ª morte em Pernambuco

Coronavírus: Pernambuco investiga mais 13 mortes suspeitas de covid-19 e outros vírus respiratórios

Assine a nova newsletter do JC e receba diariamente as principais notícias

Antes de ir ao Huoc, o idoso foi atendido, na última quinta-feira (19), em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), com um quadro de febre, tosse seca, dispneia (dificuldade de respirar) e dor toráxica. O paciente recebeu assistência na UPA, onde foi entubado e, em seguida, transferido para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Huoc. No hospital, foi iniciado tratamento medicamentoso, com antibiótico e com o antiviral oseltamivir (tamiflu), indicado para tratar influenza em pessoas com quadro de síndrome respiratória aguda grave (srag).

Apesar de o idoso ter apresentado melhora no quadro respiratório e infeccioso, ele teve uma piora na função renal, pelo histórico de comorbidade, sendo necessário iniciar, na última terça-feira (24), diálise, considerada um procedimento de risco para pessoas acima dos 80 anos.

Na manhã desta quarta-feira (25), durante a sessão de diálise, o homem teve uma parada cardiorrespiratória. Apesar das tentativas de reanimação pela equipe médica, o senhor faleceu durante a manhã.

"Este óbito só reforça o que estamos dizendo diariamente: fiquem em casa, sigam as orientações das autoridades sanitárias e especialistas que têm tratado esta questão com a importância e responsabilidade que ela merece. Acreditem na gravidade da situação e sigam as orientações do Governo do Estado. Cada um de nós tem a opção de escolher ser um agente de proteção ou de transmissão. Ficar em casa, neste momento, significa salvar vidas. O momento exige consciência e responsabilidade de todos”, ressaltou o secretário estadual de Saúde, André Longo.

Além do primeiro óbito, nas últimas 24h, Pernambuco confirmou mais quatro casos da Covid-19, passando para 46 confirmações, distribuídas por seis municípios do Estado, além de ocorrência em pacientes de outro Estado (Rio de Janeiro) e países (3). Do total de casos confirmados, 10 estão hospitalizados (sete na rede privada e um na rede pública), 30 cumprem isolamento domiciliar e 5 casos já foram curados.

O que é coronavírus?

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China.Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

Como prevenir o coronavírus?

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.
  • Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (mascára cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

Para a realização de procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95.

Confira o passo a passo de como lavar as mãos de forma adequada

 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias