pandemia

Pernambuco chega a dez dias seguidos com média de casos de covid-19 acima de mil; alta nesta quinta é de 62%

Nesta quinta-feira (10), a Secretaria Estadual de Saúde confirmou mais 1.588 casos da doença

JC
JC
Publicado em 10/12/2020 às 13:40
Notícia

ANDREW CABALLERO-REYNOLDS/AFP
Pernambuco totaliza 195.118 casos confirmados do novo coronavírus - FOTO: ANDREW CABALLERO-REYNOLDS/AFP
Leitura:

Nesta quinta-feira (10), Pernambuco chegou a dez dias seguidos com média móvel de casos do novo coronavírus acima de mil. Com 1.588 novos casos confirmados pela Secretaria Estadual de Saúdes (SES-PE) nas últimas 24 horas, o Estado atingiu a média de 1.154, na qual tendência de alta atingiu 62%. A média móvel é considerada o índice ideal para medir o avanço da pandemia em um local. Ela contabiliza a média dos últimos sete dias (contando com hoje) e compara com 14 dias atrás. Variações acima de 15%, seja para mais ou menos, indicam tendência de alta ou queda respectivamente. Já abaixo disso, indica estabilidade.

>> Com terceira semana de aumento de casos, Pernambuco entra em tendência de crescimento da covid-19

>> Taxa de ocupação de UTI para covid-19 na rede pública chega a 87% em Pernambuco

>> O pior dos mundos seria cada estado procurando comprar a vacina por sua conta e risco, diz Wanderson Oliveira

Dos novos casos confirmados, 79 (5%) são considerados graves, que desenvolvem de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), e 1.509 (95%) são leves, ou seja, os pacientes não demandaram internamento hospitalar e que estavam na fase final da doença ou já curados. Agora, Pernambuco totaliza 195.118 casos confirmados da doença, sendo 28.465 enquadrados como graves e 166.653 leves.

Ainda segundo a SES-PE, nesta quinta também foram confirmados 29 óbitos pela doença, que ocorreram entre os dias 15 de novembro e essa quarta-feira (9). Assim como os casos, a média móvel de mortes em decorrência da covid-19 também estão em tendência de alta. Atingindo 19, a porcentagem ficou em 31%. O Estado totaliza 9.229 vidas perdidas pela pandemia.

Comentários

Últimas notícias