COLUNA JC SAÚDE E BEM-ESTAR

Covid-19: Paulo Câmara avalia números como preocupantes e convoca prefeitos para intensificar fiscalização nas praias

"Os números da pandemia permanecem preocupantes, e temos pela frente um período delicado de férias, com muita atividade social, sobretudo nas praias", diz Paulo Câmara

Cinthya Leite
Cinthya Leite
Publicado em 04/01/2021 às 18:10
Notícia

HEUDES RÉGIS/SEI
Governador quer parceria para cobrar cumprimento dos protocolos por bares e barracas de praia, além de evitar aglomerações - FOTO: HEUDES RÉGIS/SEI
Leitura:

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara, anunciou, em pronunciamento nesta segunda-feira (4), após reunião com o Gabinete de Enfrentamento à Covid-19, que vai receber prefeitos de municípios do litoral pernambucano nesta quarta-feira (6). O encontro tem como objetivo intensificar a parceria com as autoridades municipais para a fiscalização de bares e barracas de praia.

“Os números da pandemia permanecem preocupantes, e temos pela frente um período delicado de férias, com muita atividade social, sobretudo nas praias. Os estabelecimentos nesses locais precisam também cumprir os protocolos”, justificou Paulo Câmara, referindo-se ao Plano de Convivência das Atividades Econômicas com a Covid-19, que prevê regras gerais e específicas de acordo com cada setor.

Segundo Paulo Câmara, a Secretaria Estadual de Saúde continua reativando leitos de terapia intensiva. Além disso, o Governo de Pernambuco vai distribuir um novo lote de um milhão de máscaras neste período.

>> Pernambuco confirma mais 305 casos de covid-19 e 12 óbitos em primeiro dia útil de 2021

>> Pernambuco entra em 2021 com 827 novos casos e 12 novas mortes por covid-19

>> Após 9 meses de pandemia, Pernambuco encerra 2020 com 222.166 casos confirmados da covid-19

>> O que se sabe sobre as duas novas variantes da covid-19?

O governador finalizou o pronunciamento pedindo o engajamento da população no combate ao novo coronavírus.

“Todas essas medidas só vão surtir o efeito esperado se pudermos contar com a compreensão de todos. Uso de máscara, atenção para higienização das mãos e evitar aglomerações. Cada um de nós pode contribuir observando essas atitudes simples. Só assim vamos conseguir reduzir os índices atuais de contaminação”, recomendou.

Comentários

Últimas notícias