coronavírus

Com 2.738 casos confirmados de covid-19, Pernambuco bate recorde de registro diário de infectados desde início da pandemia

Dos novos casos, 133 (5%) são de pessoas que desenvolveram Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 2.605 (95%) são casos leves

Bruna Oliveira
Bruna Oliveira
Publicado em 24/03/2021 às 13:02
Notícia
AFP
Pernambuco totaliza 336.236 pessoas infectadas - FOTO: AFP
Leitura:

Os altos números da covid-19 não dão trégua em Pernambuco. Nesta quarta-feira (24), a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) confirmou mais 2.738 casos de pessoas infectadas pela doença. É o maior número diário de confirmações registrado desde o início da pandemia. O recorde anterior era do dia 30 de dezembro, quando Pernambuco computou 2.512 casos da doença. Agora, o Estado totaliza 336.236 pessoas infectadas pelo novo coronavírus.

>> Ocupação de leitos para tratar pacientes com covid-19 em Palmares, na Mata Sul, em situação de alerta

>> Covid-19: "O pulmão artificial salvou a minha vida", diz empresária que passou 60 dias internada para vencer a doença

>> Possível escassez de medicamentos está relacionada à falta de coordenação federal, diz sindicato dos hospitais de Pernambuco

Dos novos casos, 133 (5%) são de pessoas que desenvolveram Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 2.605 (95%) são casos leves. Já com relação ao número total de casos, 34.969 foram diagnosticados como graves e 301.267 leves.

A SES-PE também confirmou 45 óbitos nas últimas 24 horas. As mortes ocorreram entre os dias 16 de fevereiro de 2021 e essa terça-feira (23). Com isso, Pernambuco tem o triste número de 11.807 mortes pela covid-19. Os detalhes epidemiológicos serão repassados ao longo do dia pela Secretaria Estadual de Saúde.

Média móvel

Com os novos 2.738 casos, a média móvel, que leva em consideração os dados dos últimos sete dias, atingiu 1.866 casos nesta quarta-feira. Isso representa uma tendência de alta em 54% com relação a média móvel de 14 dias atrás.

A média móvel é considerada como índice ideal para medir o avanço da pandemia em um local. Ela contabiliza a média dos últimos sete dias (contando com hoje) e compara com 14 dias atrás. Variações acima de 15%, seja para mais ou menos, indicam tendência de alta ou queda, respectivamente. Já abaixo disso, indica estabilidade.

Com relação às mortes, a média móvel atingiu a média de 42 óbitos, apresentando uma tendência de alta de 66%

Comentários

Últimas notícias