COLUNA JC SAÚDE E BEM-ESTAR

Pernambuco começa a vacinar profissionais de segurança pública com novas doses contra covid-19

Segundo o governador Paulo Câmara, todas as vacinas desse lote já terão sido entregues aos municípios nesta sexta-feira (2). Nesta quinta-feira (1º), o Estado também pediu autorização à Anvisa para importação da Sputnik V

Cinthya Leite
Cinthya Leite
Publicado em 01/04/2021 às 17:08
Notícia
HEUDES REGIS/SEI
Cidades de vários estados precisaram suspender aplicação da 2ª dose da CoronaVac - FOTO: HEUDES REGIS/SEI
Leitura:

Atualizada às 23h13

Chegaram a Pernambuco, nesta quinta-feira (1º), mais 394 mil doses de vacinas contra a covid-19, sendo 362 mil da CoronaVac e 32 mil da AstraZeneca/Oxford/Fiocruz. Com esse novo lote, será possível garantir a segunda dose aos idosos a partir de 65 anos em todo o território estadual, além de iniciar a vacinação dos profissionais de segurança pública, a partir da inclusão dessa categoria entre os grupos prioritários previstos no Plano Nacional de Imunização. O Estado, em conjunto com Acre, Bahia, Ceará, Maranhão, Mato Grosso, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe, também solicitou à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), nesta quinta, autorização para importação da vacina russa Sputnik V.

“Nosso esquema de distribuição está preparado, e amanhã todas as vacinas já terão sido entregues aos municípios”, afirmou o governador Paulo Câmara, em pronunciamento divulgado nesta quinta-feira (1º). Com mais esse lote, já são 1.833.530 unidades de imunizantes recebidos pelo Estado. O quantitativo foi conferido pela equipe técnica do Programa Estadual de Imunização (PNI-PE), que nesta sexta-feira (2) fará o envio às 12 Gerências Regionais de Saúde, onde as vacinas ficarão à disposição dos municípios. 

“Desde a segunda quinzena de março, o Ministério da Saúde tem encaminhado parte das remessas para a primeira dose e parte para a segunda. Os municípios precisam ficar atentos a cada pauta de distribuição, para que o insumo seja utilizado da forma correta, beneficiando os grupos que já estão sendo contemplados e guardando, quando necessário, as doses destinadas à segunda aplicação”, recomendou o secretário estadual de Saúde, André Longo. Os municípios devem ficar atentos ao PNI-PE, que aglutina informações sobre planilhas de distribuição de imunizantes, operacionalização das doses e resoluções da Comissão Intergestores Bipartite. Os documentos e informações estão disponíveis no portal da SES, no link https://cutt.ly/wcpnBXS.

 

Comentários

Últimas notícias