PANDEMIA

Com quase 3 mil confirmações, Pernambuco tem maior número de novos casos da covid-19 em 24h desde o início da pandemia

Antes disso, o recorde era da quinta-feira (25) passada, com 2.786 novos infectados

Vanessa Moura
Vanessa Moura
Publicado em 01/04/2021 às 12:58
Notícia
FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
O evento é realizado pela Câmara de Dirigentes Lojistas do Recife (CDL) e vai contar com a participação de mais de 5 mil lojas e estabelecimentos - FOTO: FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
Leitura:

A Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES-PE) confirmou mais 2.987 casos de pessoas infectadas pela covid-19 nesta quinta-feira (1º), o maior número de confirmações em 24 horas desde o início da pandemia do novo coronavírus no Estado. Antes disso, o recorde era da quinta-feira (25) passada, com 2.786 novos contaminados.

Dos confirmados nesta quinta, 244 (8%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 2.743 (92%) são leves. Agora, Pernambuco totaliza 352.218 casos confirmados da doença, sendo 36.277 graves e 315.941 leves.

Além disso, também foram confirmados laboratorialmente 74 óbitos em decorrência da doença. Com isso, o Estado chega à triste marca de 12.249 vidas perdidas por complicações da covid-19. As mortes confirmadas nas últimas 24 horas ocorreram entre os dias 18 de abril de 2020 e essa quarta-feira (31/03). Os detalhes epidemiológicos serão repassados ao longo do dia pela Secretaria Estadual de Saúde.

Média móvel

Os óbitos confirmados nesta quinta fizeram com que Pernambuco atingisse uma média móvel, que leva em consideração os dados dos últimos sete dias, de 57 mortes, a maior desde o dia 16 de julho de 2020, quando atingiu 61 mortes. O número representa uma tendência de alta de 34% com relação à média móvel de 14 dias atrás.

A média móvel é entendida como índice ideal para medir o avanço da pandemia em um local. Ela contabiliza a média dos últimos sete dias (contando com hoje) e compara com 14 dias atrás. Variações acima de 15%, seja para mais ou menos, indicam tendência de alta ou queda, respectivamente. Já abaixo disso, indica estabilidade.

Com relação aos novos casos, o Estado atingiu a média móvel de 1.885. O número representa uma alta em 4%, o que é considerado estabilidade.

 

Comentários

Últimas notícias