PANDEMIA

Ainda com índice alto, Pernambuco apresenta tendência de estabilidade nos casos de covid há 19 dias

Mesmo com estabilidade, a média móvel de infectados no Estado ainda está em 1.731. O indicativo é entendido como o índice ideal para medir o avanço da pandemia em um local

Katarina Moraes
Katarina Moraes
Publicado em 17/04/2021 às 12:32
Notícia
RONALDO SCHEMIDT/AFP
Dos novos casos, 103 (9%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 1.014 (91%) são leves - FOTO: RONALDO SCHEMIDT/AFP
Leitura:

Apesar dos números de confirmações de casos ainda estarem altos, Pernambuco apresenta uma tendência de estabilidade na média móvel de confirmações de infectados pelo novo coronavírus há 19 dias. A média móvel - entendida como índice ideal para medir o avanço da pandemia em um local - contabiliza a média dos últimos sete dias (contando com hoje) e compara com 14 dias atrás. Variações acima de 15%, seja para mais ou menos, indicam tendência de alta ou queda, respectivamente. Já abaixo disso, indica estabilidade.

O indicativo está em 1.731 neste sábado (17), após a confirmação da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) de mais 1.966 casos. Entre o total, 255 (13%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), e 1.711 (87%) são leves. Agora, Pernambuco totaliza 380.818 casos confirmados da doença, sendo 38.563 graves e 342.255 leves.

Já a média móvel de mortes pela covid-19 apresentou tendência de alta de 17% neste sábado, após três dias em estabilidade. O indicativo está em 62 após mais 77 pessoas terem tido óbito confirmado pela covid-19. As mortes divulgadas neste sábado ocorreram entre 1º de julho de 2020 e 16 de abril de 2021. Com isso, o Estado totaliza 13.179 mortes pela Covid-19.

Os detalhes epidemiológicos serão repassados ao longo do dia pela Secretaria Estadual de Saúde.

Vacinação

Mais 255.150 mil doses de vacinas contra a covid-19, sendo 102.400 da Coronavac/Butantan e 152.750 da Astrazeneca/Fiocruz, chegaram ao Estado na madrugada desta sexta-feira (16). A carga, que aterrissou em solo pernambucano por volta da 1h, tornará possível o avanço da vacinação para idosos com 60 anos ou mais no Recife, além de trabalhadores das forças de segurança e salvamento, que continuarão recebendo a primeira dose. Trabalhadores de saúde e idosos a partir dos 65 anos de idade também serão contemplados pelos imunizantes, recebendo a segunda dose.

Comentários

Últimas notícias