COLUNA JC SAÚDE E BEM-ESTAR

No Recife, voluntários são recrutados para início de estudo com Butantan de nova vacina tetravalente da gripe

Na capital pernambucana, estudo é feito em parceria com o Real Hospital Português (RHP) e o Instituto Autoimune

Cinthya Leite
Cinthya Leite
Publicado em 15/05/2021 às 11:41
Notícia
FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
O imunizante do estudo clínico inclui quatro cepas do vírus influenza - FOTO: FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
Leitura:

O Instituto Butantan conduz, em parceria com o Real Hospital Português (RHP) e o Instituto Autoimune, ambos no Recife, um estudo para avaliar a segurança e eficácia da vacina da gripe (influenza) tetravalente (4 cepas virais), em comparação com a trivalente tradicional. Serão recrutados, em todo o Brasil, 6.528 participantes, em 11 centros de pesquisas distribuídos no País. É importante ressaltar que, nesse estudo, os participantes não receberão placebo. Ou seja, todos serão imunizados contra a gripe. "No Recife, estabelecemos um objetivo de recrutar 700 pessoas, mas poderemos chamar mais", diz o médico Carlos Brito, pesquisador responsável pelo estudo no Recife. 

O imunizante do estudo clínico inclui quatro cepas do vírus influenza, sendo duas da linhagem A (H3N2 e H1N1) e outras duas da B (B Victoria e B Yamagata). A pesquisa incluirá crianças e adolescentes de 3 a 17 anos, adultos de 18 a 59 anos e idosos a partir de 60 anos. 

Os principais benefícios em ser um voluntário são: imunizar contra a gripe pessoas que não fazem parte dos grupos prioritários de vacinação pelo Sistema Único de Saúde (SUS); ter chance quatro vezes maior de receber a vacina tetravalente em relação à trivalente; ter acompanhamento de equipe multidisciplinar por seis meses após a vacinação.

Para participar, basta entrar em contato com o Instituto de Ensino e Pesquisa, pelo telefone 81 3416-7971 ou pelo e-mail vacinagripebutantan@ieprhp.org.br. Também é possível enviar mensagens pelo WhatsApp: 81 99389-3026 e 81 99317-3027. A equipe irá esclarecer sobre os critérios de inclusão e fará o agendamento. Caso concorde em participar e seja elegível, a pessoa será vacinada e acompanhada. 

Uma nova vacina 

O objetivo do estudo é ampliar o espectro das vacinas da gripe e sua proteção, especialmente nas populações que correm risco de agravamento no quadro da doença. “Com os resultados que serão obtidos a partir deste estudo clínico, poderemos incluir o novo imunizante no portfólio de vacinas disponibilizadas ao Ministério da Saúde”, afirma o presidente do Instituto Butantan, Dimas Covas. 

“A influenza é uma das maiores ameaças à saúde pública, não só por sua imprevisibilidade, mas por seus altos custos humanos e econômicos. A vacinação anual é a medida preventiva mais efetiva e demonstrou segurança e eficácia em adultos, idosos, crianças, gestantes e grupos adicionais de risco”, explica a gerente de desenvolvimento clínico do Butantan, Mônica Tilli Reis Pessoa Conde. 

Comentários

Últimas notícias