COLUNA JC SAÚDE E BEM-ESTAR

Com escassez de CoronaVac para 2ª aplicação, Recife solicita 16 mil doses ao Estado para completar esquema vacinal

Segundo a Secretaria de Saúde do Recife, esse pedido foi necessário porque as doses enviadas pelo Ministério da Saúde, na última semana, não foram suficientes

Cinthya Leite
Cinthya Leite
Publicado em 18/05/2021 às 20:34
Notícia
HEUDES RÉGIS/SEI
Até o momento, cerca de 130 cidades fizeram pedidos de CoronaVac à Secretaria de Saúde de Pernambuco, totalizando 116 mil doses - FOTO: HEUDES RÉGIS/SEI
Leitura:

Diante do número de doses insuficientes de CoronaVac para completar o esquema vacinal de pessoas que ainda não tomaram a segunda dose da vacina contra covid-19, a Prefeitura do Recife informa que, na segunda-feira (17), solicitou à Secretaria de Saúde de Pernambuco (SES) 16 mil doses da CoronaVac. "Esse pedido foi necessário porque as doses enviadas, pelo Ministério da Saúde, na última semana, não foram suficientes para suprir a demanda do município", diz, em nota, a Secretaria de Saúde do Recife.

 

Sobre a solicitação, a SES esclareceu que, por meio do Programa Estadual de Imunização (PNI-PE), está empenhada na análise dos ofícios dos municípios que pediram mais vacinas contra a covid-19 da CoronaVac/Butantan para complementar seus estoques de segundas doses e, consequentemente, finalizar os esquemas vacinais dos moradores. "Todo trabalho vem sendo feito com o apoio do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (Cosems-PE). Inclusive, há uma reunião, na tarde desta terça-feira (18), para finalizar as análises e, com isso, iniciar a distribuição das doses já na quarta-feira (19). 

Até o momento, segundo a SES, cerca de 130 cidades fizeram pedidos, totalizando 116 mil doses. Contudo, o estoque atual do Estado é de 58 mil doses, que estão no PNI-PE. "Após o fechamento das análises, o quantitativo faltante será discutido com as secretarias municipais na Comissão Intergestores Bipartite (CIB) para solicitação ao Ministério da Saúde (MS)." O Estado recebeu, ao todo, 1.959.160 doses da CoronaVac/Butantan. Fora as 58 mil que estão em estoque, todas já foram distribuídas para as ações de imunização das cidades.  

"A SES-PE frisa que, com a distribuição realizada na última sexta-feira (14), finalizou a entrega aos municípios das segundas doses que faltavam, de acordo com as pautas oficiais de distribuição do Ministério da Saúde (MS). Ou seja, foi equiparado o quantitativo de primeiras doses enviadas com o de segundas doses", destaca, em nota, a SES. A pasta ainda destaca que os municípios ficam responsáveis por operacionalizar a vacinação em seus territórios. "Todas as recomendações para aplicação dos imunizantes também têm sido discutidas nas reuniões da CIB e reforçadas em notas técnicas e resoluções. A SES-PE salienta ainda que é imprescindível que, de posse do imunizante, os gestores municipais assegurem a segunda aplicação, garantindo a finalização do esquema vacinal e a proteção contra a covid-19." 

Comorbidades

O prefeito João Campos anunciou, nesta terça-feira (18), a abertura de um novo grupo de vacinação contra a covid-19 no Recife. A partir das 20h, pessoas a partir de 18 anos com comorbidades listadas no Plano Nacional de Operacionalização (PNO) da vacina, elaborado pelo Ministério da Saúde, poderão agendar o atendimento em um dos centros da cidade. A vacinação para o novo grupo inicia já nesta quarta-feira (19).

“Com recebimento de novas vacinas, nós abrimos hoje (18), a partir das 20h, o agendamento da imunização para todas as pessoas com comorbidades de 18 a 59 anos de idade, lembrando que a lista das comorbidades que fazem parte do Plano Nacional de Operacionalização (PNO) da vacinação está disponível no Conecta Recife”, anunciou João Campos. O prefeito destacou ainda que, através do site ou do aplicativo do Conecta Recife, é possível baixar o modelo do laudo que atesta a comorbidade e que deve ser preenchido, assinado e colocado no aplicativo no momento do agendamento.

O cadastro e o agendamento devem ser feitos através do site www.conectarecife.recife.pe.gov.br ou do app Conecta Recife, selecionando o grupo de comorbidades ao qual pertence. O app está disponível gratuitamente na PlayStore, para Android, e AppStore, para quem utiliza o sistema iOS. Para comprovar a condição de saúde, é obrigatório anexar, durante o agendamento, um laudo ou declaração informando a comorbidade.

Nesse primeiro momento, serão aceitos como documento comprobatório a declaração, em modelo fornecido pela Secretaria de Saúde do Recife (disponível no Conecta Recife), que deve ser preenchida e assinada por médico, ou laudo médico que contenha uma das comorbidades elencadas no PNO com o respectivo CID (Classificação Internacional de Doenças) da doença/condição.

Os documentos anexados no Conecta Recife também devem ser levados no dia agendado para vacinação. A declaração ou o laudo precisam ser originais e ficarão retidos no local.

Comorbidades no Plano Nacional de Operacionalização

- Diabetes miellitus

- Pneumopatias crônicas graves

- Hipertensão arterial persistente e nos estágios 1, 2 e 3 com lesão em órgão-alvo e/ou comorbidade

- Insuficiência cardíaca

- Cor-pulmonale e hipertensão pulmonar

- Cardiopatia hipertensiva

- Síndromes coronarianas

- Valvopatias

- Miocardiopatias e pericardiopatias

- Doenças da aorta, dos grandes vasos e fístulas arteriovenosas

- Arritmias cardíacas

- Cardiopatia congênita no adulto

- Próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados

- Doença cerebrovascular

- Imunossuprimidos

- Pacientes oncológicos com tratamento quimioterápico ou radioterápico nos últimos 6 meses

- Hemoglobinopatia grave

- Cirrose hepática

Onde se vacinar no Recife

Atualmente, a capital pernambucana tem 19 pontos de vacinação, entre salas e drive-thrus. Todos os locais funcionam das 7h30 às 18h30, de domingo a domingo. As salas de vacinação ficam na Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), em Dois Irmãos; Parque de Exposição de Animais, no Cordeiro; na Unidade de Cuidados Integrais (UCIS) Guilherme Abath, no Hipódromo; Compaz Ariano Suassuna, no Cordeiro; Ginásio Geraldão, na Imbiribeira; Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), na Tamarineira; Parque da Macaxeira, na Macaxeira; e agora a UPA-E do Ibura.

Já os drive-thrus, que permitem atendimento sem sair do veículo, estão localizados no Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), na Tamarineira; Parque de Exposição de Animais, no Cordeiro; Fórum Ministro Artur Marinho - Justiça Federal de Pernambuco (Avenida Recife), no Jiquiá; Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), em Dois Irmãos; Juizados Especiais do Recife, na Imbiribeira; Parque da Macaxeira, na Macaxeira; Geraldão, na Imbiribeira; Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), na Cidade Universitária; Tribunal Regional Federal da 5ª Região, no Bairro do Recife; BIG Bompreço de Boa Viagem e BIG Bompreço de Casa Forte.

 

 

Comentários

Últimas notícias