pandemia

Pernambuco confirma mais 524 casos e 14 mortes pela covid-19

Agora, o Estado totaliza 591.952 casos de pessoas infectadas, desde o início da pandemia, com 18.822 vidas perdidas.

Bruna Oliveira
Bruna Oliveira
Publicado em 02/08/2021 às 13:32
Notícia
MIVA FILHO/SES-PE
Entre os casos confirmados nesta segunda, 69 (13%) são considerados graves - se enquadram como Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG - FOTO: MIVA FILHO/SES-PE
Leitura:

Atualizada às 20h58

Em boletim divulgado nesta segunda-feira (2), a Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES-PE) confirmou mais 524 casos do novo coronavírus em Pernambuco nas últimas 24 horas. Além disso, também foram confirmadas 14 novas mortes em decorrência da covid-19. Agora, o Estado totaliza 591.952 casos de pessoas infectadas, desde o início da pandemia, com 18.822 vidas perdidas.

>> Após nova flexibilização, veja o que pode e o que não pode a partir desta segunda (2) em Pernambuco

Entre os casos confirmados nesta segunda, 69 (13%) são considerados graves - se enquadram como Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) - e 455 (87%) são leves, ou seja, os pacientes que não demandaram internamento hospitalar e que estavam na fase final da doença ou já curados. Do total de casos, 52.169 foram enquadrados como graves e 539.783, leves.

As mortes confirmadas nas últimas 24 horas ocorreram entres os dias 18 de maio de 2020 e essa sexta-feira (30). Os detalhes epidemiológicos dos pacientes que não resistiram às complicações causadas pela doença serão repassados ao longo do dia pela Secretaria Estadual de Saúde.

As novas mortes são de pessoas residentes dos municípios de Bom Conselho (1), Igarassu (1), Jaboatão dos Guararapes (6), Olinda (3), Ouricuri (1), São José do Egito (1) e Sirinhaém (1).

Média móvel

Os novos casos fizeram com que Pernambuco atingisse uma média móvel, que leva em consideração os dados dos últimos sete dias, de 841 casos nesta segunda-feira. O número representa uma tendência de queda de -19% com relação à média móvel do número de casos de 14 dias atrás.

A média móvel é entendida como índice ideal para medir o avanço da pandemia em um local. Ela contabiliza a média dos últimos sete dias (contando com hoje) e compara com 14 dias atrás. Variações acima de 15%, seja para mais ou menos, indicam tendência de alta ou queda, respectivamente. Já abaixo disso, indica estabilidade.

Com relação às mortes, o Estado atingiu a média móvel de 28 óbitos, apresentando uma estabilidade em -13%.

Vacinação

Pernambuco já aplicou 5.950.728 doses de vacinas contra a covid-19 na sua população, desde o início da campanha de imunização no Estado. Desse total, 1.651.302 pernambucanos completaram seus esquemas vacinais, sendo 1.484.522 pessoas que foram vacinadas com imunizantes aplicados em duas doses e outros 166.780 pernambucanos que foram contemplados com vacina aplicada em dose única.

Em relação às primeiras doses, foram 4.299.426 aplicações. Ao todo, foram feitas a primeira dose em 318.567 trabalhadores de saúde; 26.147 povos indígenas aldeados; 44.219 em comunidades quilombolas; 7.700 idosos em Instituições de Longa Permanência; 677.602 idosos de 60 a 69 anos; 603.168 idosos de 70 e mais; 2.463 pessoas com deficiência institucionalizadas; 420.769 pessoas com comorbidades; 34.154 pessoas com deficiência permanente; 66.963 gestantes e puérperas; 400.466 trabalhadores de serviços essenciais; 1.935 pessoas em situação de rua; 30.946 pessoas privadas de liberdade, além de 1.664.327 pessoas de 18 a 59 anos.

Em relação às segundas doses, já foram beneficiados 251.541 trabalhadores de saúde; 25.974 povos indígenas aldeados; 35.773 em comunidades quilombolas; 5.943 idosos institucionalizados; 522.061 idosos de 60 a 69 anos; 516.031 idosos de 70 anos e mais; 1.191 pessoas com deficiência institucionalizadas; 86.034 pessoas com comorbidades; 3.412 pessoas com deficiência permanente; 8.441 trabalhadores de serviços essenciais; 28.121 pessoas privadas de liberdade, totalizando 1.484.522 pernambucanos.

Em relação à dose única, foram beneficiadas 2.093 idosos de 60 a 69 anos; 500 idosos de 70 anos e mais; 2.502 pessoas com comorbidades; 326 pessoas com deficiência permanente; 12.192 trabalhadores de serviços essenciais; 944 pessoas em situação de rua, além de 148.223 pessoas de 18 a 59 anos.

 

Comentários

Últimas notícias