PANDEMIA

Estratégia de testagem da população do Recife contra a covid-19 inicia nesta segunda-feira (30)

A estratégia, realizada em parceria com o Governo de Pernambuco, tem o objetivo de contribuir para a redução da transmissão da doença, a partir da detecção de novos casos

Katarina Moraes
Katarina Moraes
Publicado em 27/08/2021 às 16:01
Notícia
IKAMAHÃ/SESAU RECIFE/DIVULGAÇÃO
Na primeira etapa, os testes serão aplicados, por equipes volantes da saúde, em locais de grande circulação de pessoas e em pontos de vulnerabilidade social de 22 localidades - FOTO: IKAMAHÃ/SESAU RECIFE/DIVULGAÇÃO
Leitura:

A população do Recife começará a ser testada em maior número contra a covid-19 às 8h da próxima segunda-feira (30), segundo informou a Prefeitura do Recife nesta sexta-feira (27). A estratégia, realizada em parceria com o Governo de Pernambuco, tem o objetivo de contribuir para a redução da transmissão da doença, a partir da detecção de novos casos. A expectativa é de que nos próximos dias a ação se estenda para os oito Distritos Sanitários, de forma simultânea. Cada local terá capacidade para realizar 200 testes, num total de 1.600 checagens diárias. Na capital pernambucana, o Programa TestaPE será dividido em três etapas e aplicará, inicialmente, cerca de 33 mil testes rápidos de antígeno. Meta é testar 10% da população pernambucana em seis meses, informou.

Na primeira etapa, os testes serão aplicados por equipes volantes da saúde em locais de grande circulação de pessoas - como mercados públicos, estações de metrô, escolas municipais - e em pontos de vulnerabilidade social de 22 localidades. A lista é composta dos seguintes bairros ou comunidades: Joana Bezerra, São José, Coelhos, Santo Amaro, Alto Santa Terezinha, Barro, Caçote, Brejo de Beberibe, Guabiraba, Córrego do Jenipapo, Alto Santa Isabel, Casa Amarela, Torrões, Várzea, Iputinga, Comunidade Irmã Doroty, Buraco da Velha, Portelinha, Ilha do Destino, Passarinho, Cohab e Jordão.

A gestão explicou que as localidades foram selecionadas a partir da análise de critérios como Índice de Desenvolvimento Humano, cobertura vacinal e cobertura de Estratégia de Saúde da Família. Nos locais públicos, como mercados e estações de metrô, por exemplo, a Secretaria de Saúde instalará um stand onde os profissionais realizarão a testagem por demanda espontânea. Nas escolas municipais de cada uma dessas áreas, os testes serão aplicados em alguns trabalhadores e estudantes. Em algumas áreas de vulnerabilidade social as equipes terão o apoio da unidade móvel ‘Bora Testar’, onde as pessoas poderão ir para fazer o teste.

Segundo a Prefeitura do Recife, se as equipes de saúde identificarem pessoas com sintomas respiratórios e o teste de antígeno der negativo, será feito agendamento no local para a realização do RT-PCR (teste padrão ouro para detecção do vírus ativo), por meio do Atende em Casa. Já os casos positivos serão cadastrados no Atende em Casa para telemonitoramento e identificação dos contatos da pessoa infectada. "Durante a ação, os profissionais da Sesau também farão abordagens educativas sobre a importância da vacina anticovid, e as pessoas que não tiverem recebido nenhuma dose ou não tiverem o esquema vacinal completo poderão agendar, através do Conecta Recife, para tomar a dose."

PRÓXIMOS PASSOS

A Prefeitura do Recife disse que as etapas seguintes do Programa TestaPE começarão à medida que a anterior for finalizada. Na segunda fase, os testes por amostragem serão feitos em categorias profissionais específicas do setor público (Saúde, Educação, Guarda Municipal e Limpeza Urbana) e do transporte público (ônibus e metrô), por equipes volantes da saúde. A última fase do Programa terá equipes volantes da Secretaria de Saúde realizando testagem em locais de grande circulação de pessoas em várias áreas da cidade.

"Além disso, serão estabelecidas parcerias para disponibilização de testes para serem aplicados em trabalhadores e estudantes de universidades públicas e privadas, e em trabalhadores específicos do setor privado (como bares e restaurantes, hotéis e pousadas, bancos e escolas). A Secretaria Municipal de Saúde além de disponibilizar os testes de antígeno, treinará os profissionais que aplicarão os testes", garantiu a gestão.

TESTE DE ANTÍGENO

Similar ao exame de biologia molecular RT-PCR, o teste rápido de antígeno também é feito através da coleta de material biológico da nasofaringe (nariz e garganta) do paciente com swab nasal. A diferença é que o resultado, ao contrário do RT-PCR, é entregue em, aproximadamente, 30 minutos. Também não é preciso levar ao laboratório ou utilizar equipamentos complexos para saber o resultado. A indicação é que o exame seja feito em até dez dias após o início dos sintomas, com preferência entre o quinto e o sétimo dia. Assim como os testes moleculares de RT-PCR, o de antígeno também detecta a doença em sua fase aguda, quando a infecção está ativa e há maior risco de transmissão.

Comentários

Últimas notícias