SAÚDE PÚBLICA

Hospital da Restauração volta a registrar problemas em teto

Imagens mostram escoamento de água no teto da unidade hospitalar. SES diz ter feito reparo

Lucas Moraes
Cadastrado por
Lucas Moraes
Publicado em 18/05/2022 às 20:04 | Atualizado em 18/05/2022 às 21:03
CIRIO GOMES/JC IMAGEM
CORRERIA Servidores comiam no refeitório quando parte do foro desabou - FOTO: CIRIO GOMES/JC IMAGEM
Leitura:

O Hospital da Restauração voltou a apresentar problemas na sua infraestrutura nesta quarta-feira (18). De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), desta vez o problema teria sido "uma obstrução na tubulação por onde escoava água de ralos e pias", que provocou um refluxo hidráulico e fez com que a água escorresse pelo teto. 

Ainda segundo a SES, o incidente ocorreu no corredor do setor de transportes da unidade, ou seja, em um local não assistencial, onde não estavam pacientes.

"Para resolver a situação, a equipe de manutenção da unidade foi acionada e precisou abrir a estrutura para tirar a obstrução, o que provocou o escoamento da água no vídeo que está circulando nas redes sociais. A equipe de manutenção realizou os devidos reparos em cerca de 15 minutos e o local também foi imediatamente higienizado. Ficou constatado que a obstrução, que gerou o transtorno, foi causada por uma peça de hotelaria hospitalar (lençol) descartada de forma inadequada. Desta forma, o Hospital da Restauração reforça a importância de toda a comunidade hospitalar, como pacientes, acompanhantes e funcionários, prezar pelo bem público e pelo bom funcionamento da estrutura da unidade", destaca em nota a secretaria. 

A SES diz ainda que está finalizando os trâmites para lançar, "em breve", edital de licitação para reforma do Hospital da Restauração. As obras, no valor de R$ 9,1 milhões, contemplarão, entre outros, a revisão e recuperação de toda a rede elétrica e hidráulica.

PROBLEMA NO TETO DO HR 

No último dia dois de maio, parte do teto do Hospital da Restauração desabou, após o rompimento de uma tubulação. O incidente aconteceu na sala de traumas (emergência) e forçou a retirada às pressas de vários pacientes. 

 

Comentários

Últimas notícias