HOTELARIA

Como é a experiência de se hospedar em um resort de Porto de Galinhas ainda na pandemia

Resort de Muro Alto apresenta protocolos de segurança sanitária

Mona Lisa Dourado
Mona Lisa Dourado
Publicado em 07/08/2020 às 8:43
Notícia
MONA LISA DOURADO/JC
Saguão do hotel foi todo adaptado para a convivência com o novo coronavírus - FOTO: MONA LISA DOURADO/JC
Leitura:

Por definição, o conceito de hospitalidade envolve acolhimento e cuidado. Talvez por isso, a hotelaria tenha sido um dos primeiros segmentos do turismo que buscaram se adaptar às novas necessidades de convivência com a covid-19, mesmo quando muitos dos alojamentos ainda estavam fechados por falta de demanda durante os meses de quarentena.

É o caso do Summerville Beach Resort, em Porto de Galinhas, que aproveitou o tempo de suspensão das atividades para fazer pequenas reformas e reorganizar os espaços sociais - ampliando a área externa do restaurante, por exemplo -, além de fazer adequações na sua dinâmica operacional.

>> Quarentena aumentou a vontade de viajar. Recife e Porto de Galinhas despontam

>> Retomada dos passeios de jangada em Porto de Galinhas, no Litoral Sul de Pernambuco, anima o turismo

>> Porto de Galinhas é um dos cinco destinos mais desejados do Brasil, segundo a Booking.com e a Omnibees

Reaberto ao público no dia 9 de julho, o empreendimento está funcionando com 60% dos apartamentos (122, do total de 204), mas já registra uma ocupação de até 100% dessa capacidade em alguns dias, sobretudo às sextas e sábados. "Estamos realmente surpresos com a procura. É uma grande vitória neste momento, mas que reflete a nossa preocupação com os protocolos para lidar com o novo coronavírus", diz Carolina Pontes de Aguiar, gestora executiva de Vendas e Marketing do Grupo Pontes Hotéis & Resorts, proprietário do Summerville.

DIVULGAÇÃO
Summerville Beach Resort opera com 100% de ocupação dos 60% de quartos disponibilizados neste momento de flexibilização - DIVULGAÇÃO

Um olhar mais atento às placas dos veículos no estacionamento revela a origem dos visitantes: Recife, Jaboatão dos Guararapes, Garanhuns, Caruaru, João Pessoa, Maceió, Natal… São, principalmente, turistas locais e regionais, a maioria famílias com crianças em busca de lazer ao ar livre.  

A Coluna visitou o resort a convite do Grupo Pontes no último fim de semana para mostrar como as medidas de prevenção à covid-19 estão sendo executadas. De antemão, vale salientar que jornalistas, blogueiros e influencers da área de turismo não estão habilitados para atestar a segurança sanitária de nenhum estabelecimento do ponto de vista técnico ou médico. Cabe às autoridades públicas essa fiscalização.

>> Governo lança selo Turismo Seguro para retomada do setor em Pernambuco

>> Hotéis de Pernambuco anunciam reabertura com foco em prevenção à covid-19

Mas é possível descrever a experiência da hospedagem neste "novo normal", em que tanto os hotéis e seus funcionários quanto os turistas precisam se comprometer em cumprir os requisitos recomendados. Uso constante de máscara e álcool em gel é básico. Só assim a retomada pode ser efetiva e sem recuos, até que uma vacina traga a redenção tão esperada.

Confira os principais pontos observados.

CHECK-IN EXPRESS

Antes mesmo da chegada ao hotel, percebemos as mudanças. Depois de confirmada a reserva, recebi um e-mail com um código numérico e os links da Apple Store e da Google Play para baixar o aplicativo No Summer, onde o check-in deve ser realizado antecipadamente. Segundo Carolina Pontes, a pandemia acabou acelerando a adoção de ferramentas tecnológicas que já estavam previstas e vieram para ficar. O app também elimina a papelada, uma vez que todas as informações sobre a programação durante a estada e até as contas de consumo podem ser checadas direto no celular.

MONA LISA DOURADO/JC
Check-in é antecipado via aplicativo para IOS e Android, que solicita dados sobre saúde - MONA LISA DOURADO/JC

Um ponto que chama a atenção no formulário é a solicitação de dados sobre o seu plano de saúde, seguro viagem e contato de emergência, além da indicação se você pertence ao grupo de risco para a covid-19. Não é obrigatório fornecer essas informações, mas, de acordo com Carolina, o objetivo é fazer os encaminhamentos mais rapidamente no caso de alguma urgência relacionada ou não ao vírus.

NO BALCÃO

Já no saguão do resort, o estranhamento é inevitável. Adesivos no chão indicando a necessidade de distanciamento social, dispensers de álcool 70% para todo lado e divisórias de acrílico entre você e o recepcionista dão a real de que o coronavírus nos ronda e de que toda a cautela é necessária. A primeira providência é aferir a temperatura. Até 37.5º, o hóspede está liberado. Com a pistola de infravermelho apontada para a testa, a sensação é de ser submetida a uma prova. Passei com 36.3º. Acima do limite, há protocolos a serem seguidos (leia mais abaixo).

 

MONA LISA DOURADO/JC
Na entrada, hóspede tem temperatura aferida e recebe tubinho de álcool em gel - MONA LISA DOURADO/JC

Com os processos agilizados digitalmente, a permanência no balcão foi de cerca de cinco minutos. Tempo suficiente para apresentar o documento de identificação, assinar o formulário de entrada, receber as chaves eletrônicas e o tubinho pessoal de álcool em gel (olha ele de novo!). Feito o check-in express, acenei a distância, em agradecimento a Paulo, o simpático atendente cujo sorriso pude perceber mesmo por trás da máscara. Bom que a covid-19 não nos tirou a gentileza.

NO APARTAMENTO 

Como a estrutura do Summerville é horizontalizada, caso esteja de carro, você mesmo transporta as suas bagagens, uma vez que que é possível estacionar praticamente diante da porta do apartamento. Ainda assim, um funcionário aguarda na entrada para qualquer assistência, especialmente para quem fica no primeiro andar (cada bloco tem quatro quartos em dois pisos). Não há, portanto, sanitização específica das malas.

 

DIVULGAÇÃO
Máscaras de proteção agora são destaque entre as amenities - DIVULGAÇÃO

No interior da suíte, o destaque entre as amenities agora fica para as máscaras de proteção. Controles remotos e outros utensílios são envoltos em plástico.

DIVULGAÇÃO
Bangalôs oferecem conforto e privacidade à beira-mar. Refeição pode ser solicitada no apartamento - DIVULGAÇÃO

A varanda ampla permite uma boa circulação de ar natural. Durante as minhas duas diárias no hotel, preferi não solicitar o serviço de arrumação, mas é possível agendá-lo via Hospitality Service, para os horários em que o apartamento está desocupado. "É mais um aspecto de segurança, para evitar o contato em um espaço fechado", ressalta a gerente geral do resort, Andreia Misael.

MONA LISA DOURADO/JC
Varanda ampla permite boa circulação de ar natural - MONA LISA DOURADO/JC

LIMPEZA HOSPITALAR 

Por falar em limpeza, assim como a maioria dos hotéis, o Summerville passou a adotar produtos de padrão hospitalar para higienizar apartamentos e áreas comuns. A frequência do asseio também aumentou em corrimões, cadeiras, sofás e outros locais de contato. Por onde se passa, há funcionários com algum produto sanitizante e flanela em punho. 

DIVULGAÇÃO
Higienização de áreas comuns é feita com mais frequência - DIVULGAÇÃO

Tive a oportunidade de visitar a lavanderia, onde agora atuam duas equipes separadamente. A primeira recolhe lençóis e toalhas usados do apartamento e faz a limpeza mais pesada. "A roupa é retirada, ensacada e vem em um carrinho direto para a nossa lavanderia industrial, com equipamentos que chegam a 180 graus de temperatura. Todo o enxoval é processado na unidade e depois o carrinho é totalmente higienizado com álcool. Os colaboradores também são devidamente equipados com todos os EPIs de proteção", detalha Andreia.

MONA LISA DOURADO/JC
Governança conta com duas brigadas para recolhimento e tratamento da roupa suja e limpa - MONA LISA DOURADO/JC

O segundo grupo completa a higienização, faz a montagem do apartamento e reposição dos itens limpos. Achei a lavanderia própria um ponto positivo, no sentido de que, ao evitar o transporte e manipulação fora do hotel, reduz a possibilidade de contaminação.

ALIMENTAÇÃO

Esqueça o buffet enorme, com todos os itens de dar água na boca para você olhar e escolher à vontade. Os rechôs com comida regional e internacional continuam lá, sem limite de consumo, mas agora são os funcionários que compõem o prato, a pedido do cliente.

MONA LISA DOURADO/JC
Funcionários servem as refeições, a pedido dos clientes - MONA LISA DOURADO/JC

A barreira de vidro e a voz abafada pelas máscaras de ambos os lados, às vezes, dificultam a comunicação, mas é um incômodo mínimo diante da segurança necessária. Somente as guarnições continuam expostas, mas embaladas individualmente, assim como os talheres.

DIVULGAÇÃO
Apenas as guarnições ficam expostas em embalagens individualizadas - DIVULGAÇÃO

As mesas foram mais espaçadas, muitas colocadas ao ar livre, e já não são forradas com toalhas, para facilitar a limpeza entre um hóspede e outro. Também nesse espaço há totens de álcool em gel por toda parte e demarcações no piso apontando o distanciamento. O menu, entretanto, ainda não foi digitalizado. O fato de ser de plástico, por outro lado, permite a higienização.

 

MONA LISA DOURADO/JC
Alertas sobre medidas de segurança estão espalhados por vários locais - MONA LISA DOURADO/JC

Nas vezes em que estive no restaurante, em geral, vi as pessoas em ordem na fila, embora em momentos de maior demanda, como a do almoço, os colaboradores tenham precisado alertar alguns clientes para manter a distância.

DIVULGAÇÃO
Separador de vidro protege hóspedes e funcionários - DIVULGAÇÃO

As refeições também podem ser solicitadas na habitação ou feitas, sob reserva, no restaurante à la carte, que fica à beira-mar. Há, ainda, uma cozinha de apoio para pais e mães que precisarem preparar as refeições dos pequenos, mas só é permitida a permanência de uma família por vez, conforme alerta o aviso na porta.

E O LAZER?

Claro que quem vai a um hotel busca descanso e conforto, mas também lazer. Dificilmente, portanto, as pessoas vão ficar confinadas ao apartamento. Por isso, nas áreas comuns, os cuidados para se proteger e minimizar os riscos para os outros, sobretudo os trabalhadores, precisam ser redobrados.

DIVULGAÇÃO
Piscinas estão liberadas porque, segundo infectologistas, o cloro mata o vírus. Mas é preciso evitar aglomeração nas bordas - DIVULGAÇÃO

No Summerville, fui informada desde a reserva de que o uso de máscaras em todos os espaços sociais é obrigatório. Caso alguém esqueça, é orientado a voltar ao quarto para colocar. Testemunhei a abordagem pelo menos uma vez.

No caso da piscina, infectologistas já atestaram que o cloro mata o vírus. Ou seja, não há transmissão via aquática. O maior perigo continua sendo as pessoas. Dentro da água ou nas bordas, portanto, é preciso evitar aglomerações. "Com a área ampla e a capacidade do hotel reduzida, o controle tem sido mais fácil", diz Andreia.

DIVULGAÇÃO
Piscina extensa facilita separação entre grupos - DIVULGAÇÃO

Para as crianças, a maior atração é o piquenique de fim de tarde. Apesar da confraternização coletiva, cada família fica restrita ao seu quadrado, ou melhor, à sua toalha. Já as comemorações de aniversário, achei um convite desaconselhável à aglomeração dos pequenos.   

Seguindo as determinações do governo do Estado, o resort suspendeu os pontos de apoio na praia. Sauna e o clubinho infantil também estão fora de uso por enquanto.

DIVULGAÇÃO
Piquenique é uma das atividades disponíveis para a criançada - DIVULGAÇÃO

ACADEMIA

O espaço para a prática de exercício foi liberado, mas atendendo aos protocolos do Conselho Regional de Educação Física de Pernambuco, com uso limitado a 12 pessoas simultâneas. Há adesivos alertando para as normas e frascos de álcool 70% disponíveis. Não cheguei a usar a academia e no horário em que a visitei tampouco havia hóspedes no local. A maioria estava mesmo na piscina.

MONA LISA DOURADO/JC
Uso da academia é limitado e feito sob agendamento - MONA LISA DOURADO/JC
 

SPA

Também no SPA Tantien os serviços de massagens, banhos e outros tratamentos são oferecidos em horários alternados, sob agendamento (de segunda a sábado, das 13h às 19h).

MONA LISA DOURADO/JC
Só duas pessoas por hora são atendidas no SPA Tantien e mesmo casais fazem as terapias em salas separadas - MONA LISA DOURADO/JC

O acesso ao menu agora é via QR Code e só duas pessoas por vez podem ser recebidas a cada hora no espaço, quando antes eram realizados até sete atendimentos simultâneos.

MONA LISA DOURADO/JC
Terapeutas usam EPIs completos, trocados a cada atendimento - MONA LISA DOURADO/JC

Mesmo casais ficam em salas separadas. "Isso justamente para evitar concentração de duas terapeutas e mais dois clientes no mesmo ambiente", explica a monitora Renata Cristovam. Um cuidado principalmente com as profissionais, que, segundo Renata, passaram a incorporar ao uniforme óculos, máscara, touca e avental, trocados a cada terapia.

PROTOCOLOS E SERVIÇO MÉDICO

Ainda antes da covid-19, o Summerville já contava com enfermaria 24 horas e médico de plantão das 9h às 16h. De acordo com o gerente operacional de eventos, Álvaro Lins, o serviço é gratuito, mais que nunca necessário para situações de emergência relacionadas ao coronavírus.

MONA LISA DOURADO/JC
Resort dispõe de enfermaria 24 horas e plantão médico - MONA LISA DOURADO/JC

De acordo com os protocolos adotados no resort, caso alguém apresente temperatura acima de 37.5 no check-in, é feita uma nova aferição. Se o resultado for o mesmo, uma "cadeia de ajuda" já é acionada, explica Andreia Misael, acrescentando que o hóspede é encaminhado ao ambulatório para atendimento médico. "Confirmada a temperatura alta, o caso já é tratado como suspeito. A partir de então, o hotel dá total flexibilidade ao cliente. Caso decida não ficar resort, consideramos o valor pago como crédito para uma nova estada por até dois anos ou fazemos 100% do reembolso, se não tiver perspectiva de voltar. Isso para que ele não se sinta prejudicado", pontua a gerente geral.

Já se a suspeita ou confirmação ocorrer durante a estada, o cliente e todos os seus acompanhantes são acomodados em um apartamento isolado dos demais. "Fornecemos enxoval extra e kit de material de limpeza, para que ele próprio faça o serviço. A roupa suja é deixada do lado de fora ensacada e nenhum funcionário entra no apartamento. A alimentação é deixada em uma mesa do lado de fora, para que ele recolha. Tudo para evitar contaminação, apesar de darmos todo o suporte 24 horas em toda a hospedagem", esclarece Andreia. Neste primeiro mês de funcionamento, assegura, não foi verificada nenhuma ocorrência.

CHECK-OUT

Sair do resort é tão simples quanto chegar. Pelo aplicativo, o hóspede confere o extrato e passa na recepção apenas para realizar o pagamento e depositar em um repositório a chave eletrônica, que depois é encaminhada para higienização.

Nunca é demais lembrar que a pandemia não acabou. Por isso, para fazer um passeio tranquilo e sem consequências indesejadas, é preciso se preocupar com a sua segurança e com a das pessoas com as quais você terá contato durante e depois da viagem. Manter o distanciamento, lavar as mãos com frequência, usar máscara e álcool em gel continuam sendo mantras. 

 

MONA LISA DOURADO/JC
Check out é tão rápido quanto o check in. Basta depositar as chaves eletrônicas no repositório - MONA LISA DOURADO/JC

TARIFAS

As diárias variam de R$ 442 a R$ 1.614 (para dois adultos e duas crianças de até 12 anos), dependendo do tipo de apartamento e da pensão escolhida, mas os valores mudam de acordo com a época do ano e a demanda. O resort também oferece day use, mas só quando há disponibilidade de quartos. Custa R$ 540 para até quatro adultos por apartamento, com almoço incluído.


DIVULGAÇÃO
AR LIVRE Piqueniques se tornaram opção de atividade em família em espaço aberto e sem aglomeração - FOTO:DIVULGAÇÃO
MONA LISA DOURADO/JC
Na cozinha de apoio para mães e pais agora só entra uma família por vez - FOTO:MONA LISA DOURADO/JC
MONA LISA DOURADO/JC
Só duas pessoas por hora são atendidas no SPA Tantien e mesmo casais fazem as terapias em salas separadas - FOTO:MONA LISA DOURADO/JC
MONA LISA DOURADO/JC
Piscina extensa facilita separação entre grupos - FOTO:MONA LISA DOURADO/JC
MONA LISA DOURADO/JC
Piscina tem sido ambiente mais procurado pelos hóspedes - FOTO:MONA LISA DOURADO/JC
MONA LISA DOURADO/JC
Lazer ao ar livre é o que os turistas dizem buscar - FOTO:MONA LISA DOURADO/JC
MONA LISA DOURADO/JC
Varanda ampla permite boa circulação de ar natural - FOTO:MONA LISA DOURADO/JC
DIVULGAÇÃO
Governança conta com duas brigadas para recolhimento e tratamento da roupa suja e limpa - FOTO:DIVULGAÇÃO
MONA LISA DOURADO/JC
Piscinas estão liberadas porque, segundo infectologistas, o cloro mata o vírus. Mas é preciso evitar aglomeração nas bordas - FOTO:MONA LISA DOURADO/JC
MONA LISA DOURADO/JC
Dispensers de álcool em gel estão por toda parte - FOTO:MONA LISA DOURADO/JC
MONA LISA DOURADO/JC
Check out é tão rápido quanto o check in. Basta depositar as chaves eletrônicas no repositório - FOTO:MONA LISA DOURADO/JC
 MONA LISA DOURADO/JC
Apenas as guarnições ficam expostas em embalagens individualizadas - FOTO: MONA LISA DOURADO/JC
MONA LISA DOURADO/JC
Separador de vidro protege hóspedes e funcionários - FOTO:MONA LISA DOURADO/JC
MONA LISA DOURADO/JC
Máscaras de proteção agora são destaque entre as amenities - FOTO:MONA LISA DOURADO/JC
DIVULGAÇÃO
Summerville Beach Resort operou com 100% de ocupação dos 60% de quartos disponibilizados neste momento de flexibilização - FOTO:DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO
Aferição da temperatura é um dos procedimentos feitos na chegada - FOTO:DIVULGAÇÃO
MONA LISA DOURADO/JC
Alertas sobre medidas de segurança estão espalhados por vários locais - FOTO:MONA LISA DOURADO/JC
MONA LISA DOURADO/JC
Check-in é antecipado via aplicativo para IOS e Android, que solicita dados sobre saúde - FOTO:MONA LISA DOURADO/JC
MONA LISA DOURADO/JC
Na entrada, hóspede tem temperatura aferida e recebe tubinho de álcool em gel - FOTO:MONA LISA DOURADO/JC
MONA LISA DOURADO/JC
Bangalôs oferecem privacidade e conforto à beira-mar - FOTO:MONA LISA DOURADO/JC
DIVULGAÇÃO
Refeição pode ser solicitada no apartamento - FOTO:DIVULGAÇÃO
MONA LISA DOURADO/JC
Resort dispõe de enfermaria 24 horas e plantão médico - FOTO:MONA LISA DOURADO/JC
MONA LISA DOURADO/JC
Terapeutas usam EPIs completos, trocados a cada atendimento - FOTO:MONA LISA DOURADO/JC
MONA LISA DOURADO/JC
Uso da academia é limitado e feito sob agendamento - FOTO:MONA LISA DOURADO/JC
MONA LISA DOURADO/JC
Funcionários servem as refeições, a pedido dos clientes - FOTO:MONA LISA DOURADO/JC
DIVULGAÇÃO
Higienização de áreas comuns é feita com mais frequência - FOTO:DIVULGAÇÃO
MONA LISA DOURADO/JC
Governança conta com duas brigadas para recolhimento e tratamento da roupa suja e limpa - FOTO:MONA LISA DOURADO/JC

Comentários

Últimas notícias