RETOMADA

Hotéis de Pernambuco anunciam reabertura com foco em prevenção à covid-19

Em Porto de Galinhas, no Litoral Sul, expectativa é pela liberação das praias

Mona Lisa Dourado
Mona Lisa Dourado
Publicado em 14/06/2020 às 16:19
Notícia
DIVULGAÇÃO
Mesmo sem a definição sobre a liberação das praias, alguns empreendimentos decidiram se antecipar - FOTO: DIVULGAÇÃO
Leitura:

A expectativa é grande para a liberação das praias em Pernambuco. Acredita-se que o governo do Estado deve fazer o anúncio ainda no início desta semana. Em Ipojuca, onde estão as faixas de areia mais disputadas do litoral, a prefeitura diz ter um plano de retomada finalizado. Até encaminhou, na sexta-feira (12), ao governador Paulo Câmara pedido de reabertura das praias para a prática de atividades físicas individuais das 4h às 11h. Mesmo sem a definição, alguns hotéis de Porto de Galinhas, no Litoral Sul, decidiram se antecipar. Após 90 dias de portas fechadas, voltarão a receber hóspedes a partir de julho, contando que até o fim deste mês pelo menos as caminhadas e o banho de mar já estejam autorizados.

Na Praia de Carneiros, também no Litoral Sul, o movimento vai no mesmo sentido. Já no Litoral Norte, a retomada será mais lenta entre os empreendimentos de maior porte. Apenas uma pousada decidiu reabrir, em resposta a pedido dos clientes.

 >> Recife terá rota inédita da Azul para o Aeroporto Santos Dumont, no Centro do Rio de Janeiro

>> Novo normal já é realidade. Confira fotos de atrativos turísticos reabertos no Brasil, Europa e Ásia

>> Brasil pode ser barrado na volta das viagens internacionais. Confira restrições

>> Recifenses que vivem na Europa contam como é a rotina pós-isolamento

No interior, a expectativa é pelo São João, ainda que o novo coronavírus esteja avançando pelo Agreste e pelo Sertão e as festas públicas tenham sido canceladas. 

Apesar de não ter sido obrigada a paralisar as atividades pelo decreto estadual que impôs as medidas de isolamento social, a hotelaria viu a operação minguar com a falta de turistas. Pelo menos no litoral, o jeito foi parar tudo e aproveitar o tempo de suspensão para se adequar às necessidades de convivência com a covid-19, além de capacitar as equipes.

>> Porto de Galinhas, no Litoral Sul, lançará manual de boas práticas para retomada do turismo pós-coronavírus

SEGURANÇA SANITÁRIA

O objetivo é transmitir uma imagem de destino seguro, capaz de prevenir o contágio e de lidar com ele, caso necessário.

O visitante precisa saber que Ipojuca tem leitos de UTI disponíveis e que também estamos próximos do polo médico do Recife, um dos maiores do País. Turismo e saúde agora estarão juntos na nossa comunicação
Presidente do Convention & Visitors Bureau de Porto de Galinhas, Eduardo Tiburtius.

Embora o selo e o protocolo estaduais para o setor ainda não tenham sido lançados, as empresas afirmam seguir tendências internacionais incorporadas ao manual da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis em Pernambuco (ABIH-PE) e consultoria de infectologistas.

DIVULGAÇÃO
Porto de Galinhas busca agora transmitir imagem de destino seguro - DIVULGAÇÃO

Entre as regras, está a redução da capacidade em cerca de 50%, para permitir o rodízio de apartamentos, assegurando o tempo necessário de higienização entre um hóspede e outro. Máscaras e álcool em gel são itens básicos. Mas não só eles.

>> Companhias aéreas exigirão uso de máscaras a bordo para proteção contra o coronavírus

Para receber os clientes de forma segura, a tecnologia passa a ser a principal aliada. Check in e check out agora serão feitos via aplicativos para reduzir a permanência na recepção, que ganhou protetores de acrílico como barreira física entre hóspedes e funcionários, assim como tapetes sanitizantes e demarcações no piso para indicar a distância no atendimento.

Restaurantes e áreas comuns também foram adaptados para manter o distanciamento social entre grupos. As refeições, por sua vez, serão mais individualizadas. Já as atividades de entretenimento ocorrem prioritariamente em áreas ao ar livre.

Com tantas exigências, a hotelaria terá que se desdobrar para não perder a essência. Afinal, como garantir a segurança sanitária sem se tornar asséptico e impessoal? A resposta está no próprio conceito de hospitalidade: é preciso reforçar a empatia e a atenção com o hóspede, os colaboradores e o ambiente.

>> Cenário causado pelo coronavírus exige empatia e responsabilidade

 

DIVULGAÇÃO
No Nannai, a preocupação é com os detalhes, para o hóspede se desconectar e relaxar - DIVULGAÇÃO

Privacidade para se desconectar

Para tentar garantir que as praias já estejam abertas quando os hóspedes chegarem, o Nannai Resort & Spa, em Muro Alto, marcou a volta das atividades para o dia 10 de agosto.

A grande área de lazer ao ar livre, restaurante amplo e bangalôs individuais com piscina privativa são as apostas do hotel para voltar a atrair turistas em busca de privacidade e segurança.

Fomos muito detalhistas nos cuidados sanitários, mas evitando que o cliente se sinta em um ambiente hospitalar. Queremos que consiga se desconectar, relaxar e aproveitar
Gerente comercial do Nannai, Rodrigo Lins.

O resort criou e disponibilizou em seu site um manual próprio de boas práticas para que os hóspedes tenham acesso fácil a todos os protocolos adotados. Segundo Lins, o documento será atualizado sempre que surgirem novas orientações das autoridades sanitárias.

Uma das principais mudanças diz respeito à alimentação. "Tínhamos um bufê super rico de café da manhã e jantar, mas agora vamos trabalhar mais com opções à la carte, rodízio de opções individuais e a cozinha-show sob demanda", detalha o gerente.

Quem ainda não sabe quando poderá viajar conta com vouchers promocionais, com datas flexíveis até 2021. Custam a partir de R$ 4.820 para duas pessoas, com pensão completa durante quatro noites.

Ação social

Como ocorreu praticamente em todos os hotéis do Estado, o Nannai demitiu parte dos seus colaboradores. Mais precisamente, 90 (30% do total) foram desligados, restando 220 funcionários.
Até poder recontratá-los, o resort criou um fundo assistencial para prover aos trabalhadores do turismo alimentos e itens de higiene e limpeza, além de medicamentos. Em carta enviada ao mercado, o diretor executivo do Nannai, Luiz Otávio de Meira Lins, destaca que sua família, "como sócia acionista", aportou os R$ 100 mil iniciais e convoca "clientes e amigos" a participar com doações.

>> Cerca de 40% dos trabalhadores da hotelaria de Porto de Galinhas, no Litoral Sul, já foram demitidos por causa do coronavírus

>> Grupo do Salinas Maragogi Resort adia reabertura e demite 400 trabalhadores por causa do coronavírus

O gerenciamento e direcionamento dos recursos serão realizados pela ONG Novo Jeito, com parcerias solidárias da Manzi Advogados e da auditoria Bernhoeft.

DIVULGAÇÃO
De frente para a Praia dos Carneiros, em Tamandaré, Pontal dos Carneiros Beach Bungalows aposta em espaço ao ar livre - DIVULGAÇÃO

Pé na areia personalizado

Um retorno às origens. É o que pretende fazer o Pontal dos Carneiros Beach Bungalows para atender o número reduzido de hóspedes que voltará a receber no dia 1º de julho. “Vamos servir o café no bangalô, de forma mais intimista, como fazíamos no nosso início. As demais refeições também poderão ser servidas no quarto ou na área do gramado sob demanda do cliente”, diz a diretora da pousada, Christiana Rocha. Para fazer o pedido, o cardápio agora é disponibilizado via QR Code.

>> Promoções tentadoras para fazer turismo após o coronavírus. Vale a pena?

De frente para a Praia dos Carneiros, em Tamandaré, outro diferencial da propriedade é o grande espaço ao ar livre. São 16 bangalôs espalhados em 110 hectares. “Cada bloco é dividido em dois quartos de 90 m2, mas só vamos operar com um”, conta. Segundo Christiana, o Pontal dos Carneiros já reabre com o selo Turista Protegido, do Ministério do Turismo, que possibilita aos visitantes avaliar se os estabelecimentos turísticos estão cumprindo as normas sanitárias. 

Entre as poucas que não demitiram, a pousada está este mês em processo de capacitação dos 44 funcionários.

Para o período de retomada, há descontos de até 35% nas diárias, que custam a partir de R$ 540, o casal com café da manhã, ou R$ 708 para seis pessoas no mesmo regime.

Mona Lisa Dourado/JC
Pousada Luar, em Igarassu, reforçou protocolo com dedetização especial - Mona Lisa Dourado/JC

Refúgio verde no Litoral Norte

Na Estrada de Nova Cruz, em Igarassu, a Pousada Luar Ecolodge é uma das poucas abertas no Litoral Norte. Em meio à mata atlântica, tem no contato com a natureza o seu trunfo.

>> Igarassu tem atrações por terra, céu e mar no Litoral Norte

“Reabrimos a pedido de hóspedes que precisavam de um lugar tranquilo para trabalhar a distância”, conta a proprietária, Joelma Alves, que incorporou às amenities álcool em gel, máscaras e luvas. “Além dos cuidados padrão, fazemos uma dedetização específica para vírus”, acrescenta.

Até o fim do ano, a pousada terá tarifa reduzida em cerca de 30%. A diária sai a partir de R$ 322 o casal com café da manhã.

DIVULGAÇÃO
Summerville começa a receber demanda de turistas para o mês de julho - DIVULGAÇÃO

Diária flexível se ajusta ao cliente

“O telefone voltou a tocar. A procura para julho está grande e as pessoas começam a se programar até para o réveillon. Todo mundo vai querer um fim de ano especial como forma de deixar 2020 para trás”, entusiasma-se Carol Pontes Aguiar, gestora de Vendas e Marketing do Summerville Beach Resort, em Muro Alto, que retomará as operações no dia 9 de julho. O hotel pertence ao Grupo Pontes, que também reabrirá no Recife o Atlante Plaza em 14/7. Ambos irão funcionar com 60% da capacidade, como já ocorre com o Mar Hotel, também no Recife, que não chegou a fechar as portas.

No Summerville, foram disponibilizados vouchers promocionais com datas flexíveis e preços entre R$ 530 e R$ 1.240 a diária.

DIVULGAÇÃO
Village marcará retorno com festival gastronômico - DIVULGAÇÃO

Festival gastronômico na retomada

Na crise surge a oportunidade. Foi o que enxergou o Hotel Village Porto, onde a reabertura ocorre no dia 31 de julho com um festival gastronômico. Batizada de Sabores do Mundo e assinada pelos chefs Armando Pugliesi e Márcio Fushimi, a ideia marca a necessidade de substituir o serviço de bufê pelos empratados à la carte.

A novidade é a face “festiva” de investimentos que chegaram a R$ 100 mil nas adequações voltadas à segurança sanitária. Tudo para inspirar confiança e atrair o hóspede, que também conta com uma tarifa reduzida em 20%. As diárias começam em R$ 400 (duplo com café e jantar).
Para um dos sócios do Village, Eduardo Tiburtius, uma recuperação mais sólida da hotelaria só deve ocorrer a partir de janeiro de 2021.

DIVULGAÇÃO
Pousada da paixão, em Nova Jerusalém, abre na próxima sexta (19/6) - DIVULGAÇÃO

Forró com distanciamento

Apesar do avanço da covid-19 para o interior do Estado, parte da hotelaria do Agreste e Sertão não chegou a suspender as atividades durante a pandemia. Quem fechou começa a reabrir, na expectativa de que o São João traga os hóspedes de volta.

Instalada dentro da cidade-teatro de Nova Jerusalém, em Brejo da Madre de Deus, a Pousada da Paixão é uma das que já estarão funcionando a partir da próxima sexta-feira (19).

Com o cancelamento dos festejos públicos, propõe um espaço seguro para curtir o período junino. Este ano, a programação não contará com quadrilha nem fogueira. Um arrasta-pé, no entanto, ocorre nos fins de semana, mas “com os casais respeitando o distanciamento social”, ressalta o diretor da pousada, Robinson Pacheco. “A estrutura horizontal, com jardins e espaços amplos, permite circular sem aglomerações”, diz.

Pacotes de sexta a domingo custam R$ 800 para duas pessoas com pensão completa. De 22 a 24, o valor sobe para R$ 1.600, com jantar temático nos cenários da Santa Ceia.

 

 

DIVULGAÇÃO
De frente para a Praia dos Carneiros, em Tamandaré, Pontal dos Carneiros Beach Bungalows aposta em espaço ao ar livre - FOTO:DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO
No Nannai, a preocupação é com os detalhes, para o hóspede se desconectar e relaxar - FOTO:DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO
Pousada da paixão, em Nova Jerusalém, abre na próxima sexta (19/6) - FOTO:DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO
Summerville começa a receber demanda de turistas para o mês de julho - FOTO:DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO
Village marcará retorno com festival gastronômico - FOTO:DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO
Porto de Galinhas busca agora transmitir imagem de destino seguro - FOTO:DIVULGAÇÃO

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias