AVIAÇÃO

Companhia aérea tem vagas abertas. Recife e Fernando de Noronha estão na lista

Oportunidades são tanto para vagas efetivas quanto temporárias e para jovens aprendizes

Mona Lisa Dourado
Mona Lisa Dourado
Publicado em 24/11/2020 às 8:00
Notícia

ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Azul Linhas Aéreas está recrutando para 38 postos em todo o País - FOTO: ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Leitura:

Apesar de haver demitido três mil trabalhadores durante os meses de paralisação dos voos imposta pela pandemia da covid-19, a Azul Linhas Aéreas está voltando a contratar profissionais.

A empresa, que reduziu seu quadro de funcionários de 14 mil para 11 mil este ano, começa a repor o efetivo, na esteira da recuperação do setor, com a retomada do turismo e das atividades econômicas.

>> Malha aérea cresce 20% em novembro no Aeroporto do Recife, com novas rotas para Serra Talhada, Caruaru e Ilhéus

>> Voos para Caruaru e Serra Talhada estrearam na manhã desta quarta-feira (11)

>> Voo inaugural entre o Recife e Caruaru enfrenta intercorrência

>> Recife terá voo direto para Porto Alegre e outras nove rotas no verão

No site de recrutamento da companhia, há 38 vagas abertas para várias bases, incluindo a do Recife e a de Fernando de Noronha.

Na capital pernambucana, os postos são para supervisor de terminal de cargas efetivo e para auxiliar de cargas. Neste último caso, a vaga se destina ao banco de talentos. Já em Fernando de Noronha, o trabalho oferecido é de agente de aeroporto temporário.

Também há oportunidades para jovens aprendizes, cujo requisito é estar cursando ou haver terminado o ensino médio completo e ter idade entre 15 e 24 anos.

Salvador, Barueri (SP), São Paulo, Belo Horizonte, Campinas e Porto Velho estão entre as demais cidades com vagas de emprego em aberto. 

PERNAMBUCO

A Azul não quantifica o número de demissões em Pernambuco por causa da covid-19. Segundo a empresa, foram "poucos" os desligamentos, porque predominou no Estado o corte de jornada e salários.

Com novas rotas anunciadas para este fim de ano, a empresa espera que até janeiro o Aeroporto do Recife seja o primeiro hub da companhia no País a recuperar patamares de frequências e movimentação pré-pandemia.

Comentários

Últimas notícias