BAHIA

Depois de mais de um ano fechado, Vale do Pati, na Chapada Diamantina, será reaberto

A partir da segunda (26), os turistas vão poder reservar hospedagens na tradicional comunidade da Bahia

Leonardo Vasconcelos
Leonardo Vasconcelos
Publicado em 20/04/2021 às 10:26
Notícia
ICMBio / Divulgação
O Vale do Pati é considerado um dos trekkings mais bonitos do mundo - FOTO: ICMBio / Divulgação
Leitura:

A espera dos amantes da tradicional comunidade do Vale do Pati, na Chapada Diamantina, na Bahia, está acabando. Após mais de uma no fechado para o turismo por conta da pandemia, o local vai poder voltar a receber visitantes a partir da próxima segunda (26), de acordo com o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), como divulgou a prefeitura de Mucugê.

As reservas de hospedagens no local já podem ser feitas pelos turistas. Porém, segundo o ICMBio, uma série de protocolos sanitários de combate ao coronavírus terá que ser seguida. Sete casas de apoio foram adaptadas e as residências dos nativos que servem de hospedagem vão trabalhar com até 50% de sua capacidade total.

Nesta primeira fase de reabertura gradual do Vale do Pati, não será permitido o compartilhamento de dormitório com condutores de grupos diferentes, por isso, apenas os condutores poderão acampar nas áreas de camping das casas de apoio. Vale ressaltar que as reservas devem ser feitas com no mínimo uma semana de antecedência.

O trekking do Vale do Pati é uma das atividades mais procuradas pelos visitantes da Chapada Diamantina. As restrições impostas são para evitar aglomerações e reduzir o impacto ambiental do retorno dos turistas. Nesta terça (20), às 17h, será realizada uma live com a participação de representantes do ICMBio e de prefeituras da região para tirar dúvidas sobre as novas normas de visitação. Ela será transmitida pelo canal TV Uneb Seabra, no Youtube.

A coluna Turismo de Valor visitou a Chapada Diamantina e te convida a dar um 360 graus nos principais pontos turísticos da região (o vídeo foi gravado antes da pandemia). 

 

Comentários

Últimas da Coluna

Últimas notícias