Dicas e informações de viagens, férias e turismo
Turismo de Valor

Descubra dicas de viagem e roteiros para as férias, além dos destinos e atrações que estão em alta no turismo.

AGRESTE

Brejo da Madre de Deus: A trilha da Serra do Ponto, o ponto mais alto de Pernambuco

Confira a desafiadora trilha até a Serra do Ponto, a 1.195 metros de altura, com vistas espetaculares

Leonardo Vasconcelos
Leonardo Vasconcelos
Publicado em 16/01/2022 às 8:00
Agência D'trilhas / Divulgação
A vista da Serra do Ponto, o ponto mais alto de Pernambuco, é surpreendente - FOTO: Agência D'trilhas / Divulgação
Leitura:

Direto ao ponto. Mas não é qualquer ponto e sim o mais alto de Pernambuco que por coincidência fica em um local com nome sugestivo deste marco: Serra do Ponto, em Brejo da Madre de Deus, no Agreste, a cerca de 200 km do Recife. O monte também é conhecido como Serra da Boa Vista e também faz jus a esse nome ao oferecer uma das mais belas vistas do interior do Estado. Além disso, a área abriga uma outra curiosidade: resquícios de uma enigmática pirâmide de pedras encaixadas que dizem ter sido obra do engenheiro francês Louis-Léger Vauthier, que viveu no Recife no século 19. Motivos de sobra para a Coluna Turismo de Valor encarar uma desafiadora trilha até o ponto não só mais alto, mas também mais surpreendente de Pernambuco.

>> Vídeo: Crocodilo gigante Ricardo avança no pescoço de tratadora e só depois percebe o erro; veja o que aconteceu

Mas antes de detalhar a trilha em si (e as surpresas encontradas ao longo dela) é preciso primeiro fazer uma consideração sobre a “briga de altimetria” pernambucana. O pico da Serra do Ponto tem 1.195 metros de altura, sendo classificado como o mais alto do Estado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). De acordo com o órgão, ele tem 10 metros a mais do que o Bico do Papagaio (com uma visão igualmente linda e também merece visita), em Triunfo, no Sertão, que também reivindica o título de lugar mais alto de Pernambuco. As informações constam no Anuário Estatístico do Brasil do IBGE de 2010, o mais recente levantamento feito pelo órgão. Explicada a questão altimétrica vamos ao que interessa: a subida até o ponto oficialmente mais alto pernambucano.

>> "Vovózona": Onde está a sucuri gigante de Bonito que ficou famosa depois de assustar repórter durante rafting?

Alguns grupos realizam o passeio na Serra do Ponto, entre elas a agência pernambucana D”Trilhas que desde 2019 explora o local. O ônibus parte do Recife cedinho e por volta das 9h chega no centro de Brejo da Madre de Deus. Depois, o grupo segue em lotações do tipo pau-de-arara até um ponto de apoio na base do monte uma hora depois. Neste momento convém explicar que o pico da Serra do Ponto pode ser atingido por várias rotas diferentes. A mais famosa é a trilha da “Garganta da Serra”, considerada uma das mais difíceis de Pernambuco, com cerca de 5 km e uma certa exigência física. Trata-se de uma subida intensa bem na “garganta” do monte em meio à mata nativa com trechos de escalaminhadas e possível uso de cordas, dependendo das condições climáticas.

>> Pedra do Cachorro, em São Caetano: Como é acampar "nas nuvens" em um dos pontos mais altos de Pernambuco

No dia da reportagem, a opção do grupo, todavia, foi a de fazer a trilha do “Sítio Cavalo Russo” que é um percurso mais longo de quase 10km, mas que exige menos técnica e esforço físico, classificada como nível moderado. Depois de um breve sessão de alongamento e aquecimento, a subida começa por volta das 11h. No começo, ela é mais íngrime e cansativa em terreno de barro. Depois, vem os trechos mais planos pela mata verde, típica do Brejo de Altitude. Durante todo o percurso há diversas pausas para recuperar o fôlego, se hidratar, fazer pequenos lanches e, principalmente, admirar os lindos mirantes naturais. A mudança de paisagens e belezas da Serra do Ponto ao longo do caminho é impressionante.

A servidora pública Viviane Terrer, que é bem acostumada a fazer trilhas, já tendo percorrido duas vezes o famoso caminho de Santiago de Compostela, na Espanha, gostou bastante da experiência em Brejo da Madre de Deus. “Já fiz outras trilhas fora do país, não só a de Santiago de Compostela, mas, claro, cada caminho tem uma beleza diferente e me impressionei com a da Serra do Ponto. Adoro trilhas em montanhas, porque gosto da altitude e amo essas paisagens. E contemplar lá de cima essa beleza que a gente tem em Pernambuco foi fantástico”, disse Viviane.

Por volta das 16h, o grupo da D”Trilhas finalmente chegou ao cume da Serra do Ponto e se deparou com aquela arrebatadora visão mais alta de Pernambuco de 1.195 metros. Depois de tanto esforço parece que a paisagem também se empenha em se apresentar ainda mais magnífica para os aventureiros. “A Serra do Ponto é uma opção maravilhosa de turismo de aventura. É uma trilha moderada e vale frisar que não é uma disputa. Tem momentos pra parar, sorrir, fazer amigos e no final admirar essa linda vista a 1.195 metros de altura”, disse Djair Pedro, um dos sócios da agência.

Além do visual, o outro prêmio de quem completa o percurso é poder ver de perto os resquícios da misteriosa pirâmide de pedras, atribuída ao engenheiro francês Louis-Léger Vauthier. A Serra do Ponto, em Brejo da Madre de Deus, é marcada pela história e sempre é renovada com novas histórias das pessoas que se aventuram até o seu cume, o mais alto de Pernambuco.

Comentários

Últimas notícias