Probióticos

Conheça os psicobióticos: novos aliados contra a ansiedade e depressão

Saúde intestinal pode repercutir no humor, nos níveis de estresse e na ansiedade

Marília Banholzer
Cadastrado por
Marília Banholzer
Publicado em 28/08/2021 às 8:00
FREEPIK
Ilustração sobre saúde mental - FOTO: FREEPIK
Leitura:

Já teve dor de barriga quando ficou nervoso? Pois bem, essa relação entre a saúde intestinal e a do sistema nervoso vem sendo analisada por cientistas. Com o decorrer dos anos, estudos vêm confirmando que bactérias intestinais contribuem até mesmo para a regulação de várias condições psíquicas e nervosas. É o que vem sendo chamado de eixo microbiota-intestino-cérebro.

Essa conexão repercute em situações como alterações de humor, memória, cognição, desenvolvimento cerebral e até comportamento social. Nesse contexto surgem os psicobióticos - probióticos que têm ação no sistema nervoso e combate à ansiedade e ao estresse. Pesquisadores têm apostado nos psicobióticos como tratamentos alternativos e menos agressivos para transtornos psiquiátricos, em comparação com medicamentos atuais como os antidepressivos.

Dados divulgados em 2019 pela Organização Mundial da Saúde (OMS), mostraram que mais de 9% da população brasileira é ansiosa, isso representa cerca de 18,6 milhões de pessoas. Além disso, Brasil é o segundo país das Américas com maior número de pessoas depressivas, equivalentes a 5,8% da população, atrás dos Estados Unidos, com 5,9%.

Com a pandemia causada pelo novo coronavírus, a situação se intensificou. Pesquisa realizada pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) revelou que 80% dos brasileiros estão se sentindo mais ansiosos, sendo que 65% expressam sentimentos de raiva, 63% têm sintomas físicos, 50% relatam alterações no sono e 34,2% já sofrem com sinais de transtorno de estresse pós-traumático.

Logo, o cuidado com a saúde mental nunca se mostrou tão urgente. Sabendo que a saúde intestinal pode ser um caminho para o equilíbrio do sistema nervoso, o uso de probióticos, em específico os que atuam no sistema nervoso (psicobióticos), pode ser uma boa solução. Já existe até empresa farmacêutica apostando nesse mercado e oferecendo essa suplementação alimentar em forma de cápsula. O primeiro lançado no Brasil foi o Probians, da Farmacêutica Apsen. Ele conta com duas cepas, os Lactobacillus helveticus R0052 e os Bifidobacterium longum R0175, as únicas aprovadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) com alegação da redução das sensações de ansiedade.

O psiquiatra Kalil Dualibi, professor e coordenador de psiquiatria da Universidade de Santo Amaro (Unisa), em São Paulo, aprova os uso de psicobióticos como terapia alternativa ao estresse crônico. Segundo médico, em aproximadamente um mês após o início da ingestão do suplemento já é possível notar os benefícios. "É importante destacar que esse tipo de produto oferece um excelente resultado sem risco de dependência, como pode acontecer com ansiolíticos e antidepressivos, aumentando, assim, a adesão ao tratamento".

FREEPIK
Ilustração sobre saúde intestinal - FREEPIK

Afinal, o que são psicobióticos?

Dentro dos conceitos da microbiologia, os psicobióticos são definidos como microrganismos vivos que, assim como os probióticos, produzem benefícios à saúde quando ingeridos em quantidades adequadas, contudo, os psicobióticos apresentam efeitos que vão além do trato intestinal, atingindo o Sistema Nervoso Central do paciente e promovendo alívio de diversos sintomas como estresse e ansiedade.

O que é microbiota intestinal?

Também conhecida como Flora Intestinal, a microbiota intestinal é o conjunto de microrganismos que vivem em nosso trato gastrointestinal. Isso envolve bactérias, fungos e demais seres microscópicos que ajudam na digestão de alimentos, produzem vitaminas e protegem o trato gastrointestinal contra agentes agressores.

Quais os benefícios dos psicobióticos?

Podem ajudar a tratar ou mesmo a evitar transtornos como depressão e ansiedade, visto que o organismo estará "blindado" contra alguns agentes desencadeadores destes males. Vale pontuar, também, que reduzindo os níveis de estresse, os psicobióticos acabam apresentando também um efeito positivo sobre o sistema imunológico e o trato digestivo, melhorando nossas defesas e evitando problemas intestinais.

FREEPIK
Ilustração sobre saúde intestinal - FOTO:FREEPIK

Comentários

Últimas notícias