Natal

Filme do 'Baile do Menino Deus' é transmitido a partir desta quarta (23)

Exibições acontecem seguem até 25 de dezembro, sempre às 20h, no YouTube, e no dia 26, às 14h, na Globo Nordeste

Márcio Bastos
Márcio Bastos
Publicado em 22/12/2020 às 19:02
MORGANA NARJARA/DIVULGAÇÃO
Gravações do filme do Baile do Menino Deus foram feitas no Teatro Guararapes - FOTO: MORGANA NARJARA/DIVULGAÇÃO
Leitura:

Mais do que um simples espetáculo, o Baile do Menino Deus é um evento enraizado no imaginário coletivo recifense que, nas últimas dezesseis edições, reuniu cerca de 70 mil pessoas anualmente, no Marco Zero. Por isso, com a eclosão pandemia, Ronaldo Correia de Brito, autor (junto a Assis Lima) e diretor da obra, logo pensou em uma forma de manter a tradição, respeitando os protocolos de segurança.

A solução encontrada foi transformar o trabalho em um filme, cuja estreia acontece hoje, às 20h, no YouTube e no site da montagem (com tradução em libras e audiodescrição). Novas transmissões ocorrem amanhã e sexta, no mesmo horário, e, no sábado, às 14h, na Globo. 

"Como sou médico, sabia que a situação da pandemia não se resolveria tão rápido. Então, perdi noites de sono tentando ver uma forma de não quebrar o ciclo que o Baile do Menino Deus representa, essa mensagem de união e alegria, ainda mais necessária em um ano tão difícil. Com o filme, pudemos garantir o trabalho de 200 profissionais, entre atores, bailarinos, músicos e técnicos, e chegaremos na casa de milhares de pessoas de Pernambuco e de outras localidades. O trabalho ficou lindo", contou Ronaldo Correia de Brito.

Gravada no Teatro Guararapes, com direção da cineasta Tuca Siqueira (Amores de Chumbo) e direção de fotografia de Pedro Sotero (Bacurau), a obra mantém o espírito do espetáculo, potencializando-o com recursos audiovisuais, como projeções.

 

MORGANA NARJARA/DIVULGAÇÃO
Pela primeira vez em 17 anos, Baile do Menino Deus não acontecerá no Marco Zero - MORGANA NARJARA/DIVULGAÇÃO
MORGANA NARJARA/DIVULGAÇÃO
Espetáculo Baile do Menino Deus é marcado por música, teatro, dança e, agora, audiovisual - MORGANA NARJARA/DIVULGAÇÃO
MORGANA NARJARA/DIVULGAÇÃO
Cenários do Baile do Menino Deus foram montados no Teatro Guararapes para as gravações do filme - MORGANA NARJARA/DIVULGAÇÃO
MORGANA NARJARA/DIVULGAÇÃO
A cantora e atriz Isadora Melo retorna para o papel de Maria no filme do Baile do Menino Deus - MORGANA NARJARA/DIVULGAÇÃO
MORGANA NARJARA/DIVULGAÇÃO
A diretora Tuca Siqueira, de Amores de Chumbo, dirigiu o filme do Baile do Menino Deus - MORGANA NARJARA/DIVULGAÇÃO
MORGANA NARJARA/DIVULGAÇÃO
Ronaldo Correia de Brito, autor e diretor do espetáculo Baile do Menino Deus, adaptou o projeto para o audiovisual - MORGANA NARJARA/DIVULGAÇÃO
MORGANA NARJARA/DIVULGAÇÃO
Elementos da cultura popular nordestina marcam o espírito do Baile do Menino Deus - MORGANA NARJARA/DIVULGAÇÃO
MORGANA NARJARA/DIVULGAÇÃO
Silvério Pessoa integra mais uma vez o elenco do Baile do Menino Deus - MORGANA NARJARA/DIVULGAÇÃO
MORGANA NARJARA/DIVULGAÇÃO
Gravações do filme do Baile do Menino Deus foram feitas no Teatro Guararapes - MORGANA NARJARA/DIVULGAÇÃO

A narrativa conta a história do nascimento de Jesus com elementos da cultura popular brasileira. Música (assinada por Antônio Madureira), dança, teatro, e agora o audiovisual, se unem no trabalho, que também chama a atenção para problemas contemporâneos, como o desmatamento e o preconceito, reforçando a mensagem de tolerância.

Criado há 36 anos, o texto faz parte da Trilogia das Festas Brasileiras, série de peças que retratam as manifestações populares nordestinas, em que se incluem a Bandeira de São João e o Arlequim de Carnaval.

A produção do Telefilme do Baile é assinada pela REC e a produção geral do Baile do Menino Deus é da Relicário Produções/Carla Valença.

Comentários

Últimas notícias