Música

Festival Rec-Beat cancela participação de Karol Conká, após polêmicas no BBB21

Atitudes da cantora no Big Brother Brasil, consideradas xenofóbicas, motivaram a decisão

Márcio Bastos
Márcio Bastos
Publicado em 02/02/2021 às 14:03
REPRODUÇÃO
Atitudes de Karol Conká em relação a Lucas Penteado têm provocado revolta no público - FOTO: REPRODUÇÃO
Leitura:

Karol Conká não fará mais parte da edição digital do Rec-Beat. O festival anunciou nesta terça-feira (2) a decisão de não transmitir o show da rapper paranaense, gravado na Pinacoteca de São Paulo, e seria exibido no dia 14 deste mês, quando será realizado o evento.

De acordo com nota publicada pelo festival, a decisão foi tomada em comum acordo pelo Rec-Beat e a produção da artista. O evento afirmou que as últimas declarações da artista no BBB21 não condizem com o espírito do festival.

Entre as falas de Karol Conká que causaram revolta na internet estão declarações consideradas xenofóbicas em relação à participante paraibana Juliette. Para pautar o assunto, o Rec-Beat anunciou que fará um debate centrado na questão da xenofobia.

A participante, que faz parte do grupo Camarote, ou seja, dos famosos, se envolveu em outras polêmicas nesta edição do reality show. Sua postura em relação ao seu colega de confinamento, Lucas Penteado, tem sido apontada como abusiva e vários internautas pedem sua expulsãodo programa. 

Diante da pressão popular, a GNT, onde Karol atua como apresentadora, afirmou que não irá transmitir na televisão o programa Prazer, Feminino, que a cantora comanda ao lado da ex-BBB Marcela McGowan. Segundo a colunista Patrícia Kogut, a emissora tomou a decisão por não compactuar com a "cultura do cancelamento", mas irá manter o programa no ar no YouTube, plataforma para o qual foi pensado inicialmente.

Leia o comunicado do Rec-Beat na íntegra:

"Comunicamos a decisão do Festival Rec-Beat de suspender a exibição do registro audiovisual da apresentação da artista Karol Conka na edição digital do evento, que acontecerá no dia 14/02 no canal de YouTube do festival. Essa decisão foi tomada em comum acordo entre a direção do Rec-Beat e a produção da artista.

Nós, que fazemos o Rec-Beat, acompanhamos as últimas declarações de Karol Conka no #BBB21 e reafirmamos nossa total e absoluta discordância de suas atitudes, que vão contra os princípios basilares do Rec-Beat e do nosso público.

Em mais de 25 anos de existência, o festival consolidou princípios inalienáveis que passam pelo respeito à diversidade, raça, cor, etnia, origem e condição, pela equidade de gêneros, pela inclusão, pelo exercício da democracia e total liberdade de expressão que respeite tais princípios.

Qualquer atitude que confronte um desses valores resulta em romper o valioso elo que une o artista, o festival e o seu público. A conduta de Karol Conka na casa do BBB estilhaçou fora dela essa relação que há de ser inquebrantável para se manter intacto o espírito de celebração e confraternização em torno da música, que é o elemento propulsor do Rec-Beat.

Acreditamos que momentos como este nos oferecem oportunidade de reflexão, de aprendizado e de avanço na desconstrução de condutas que remetem a valores colonizadores.

Queremos ir mais além nessa questão e por isso anunciaremos em breve a realização de um debate onde o tema central será xenofobia. Será uma oportunidade para refletirmos juntos e colhermos um aprendizado que seja transformador em nossas vidas e em nossas relações em sociedade."

Assessoria de Karol Conká condena ataques na internet

Os perfis nas redes sociais de Karol Conká têm recebido várias mensagens desde que a cantora se tornou uma espécie de antagonista no programa. Diante da situação, a assessoria de Karol Conká divulgou um comunicado afirmando que a cantora está errada, mas que os ataques estão fora de proporção, inclusive com ameaças de violência física à artista. Nas últimas 72h, Karol Conká perdeu cerca de 300 mil seguidores no Instagram.

Entenda as polêmicas envolvendo Karol Conká

A participação da cantora e apresentadora no reality show tem sido marcada por declarações e atitudes consideradas polêmicas. Uma das primeiras falas de Karol Conká a provocar revolta na internet foi um comentário envolvendo travestis. Além de usar o termo no masculino, a artista usa definições erradas e confundiu a identidade de gênero com a arte drag, afirmando que ser travesti é uma arte e, portanto, todos poderiam ser.

Outra discussão levantada pelas declarações de Karol estão relacionadas à xenofobia. Incomodada com a paraibana Juliette, a cantora afirmou que suas atitudes diferiam das da colega de confinamento por conta de sua origem. "Eu sou de Curitiba, é uma cidade muito reservadinha", afirmou . "Por mais que eu seja artista e rode pelo mundo, eu tenho os meus costumes", continuou Conká. Nos últimos dias, as atitudes de Karol em relação ao participante Lucas Penteado também foram alvo de críticas fora da casa. A

pós uma confusão envolvendo o artista, Karol engatou em uma briga constante com o paulistano, inclusive chegando a expulsá-lo da mesa, na hora do almoço, e estimulando os outros competidores a isolá-lo. Para os internautas, o comportamento da curitibana configura bullying e tortura psicológica e, por isso, foi iniciada uma campanha online pedindo a sua expulsão.

Comentários

Últimas notícias