HONRARIA

Ivo de Xambá recebe o título de Doutor Honoris Causa pela UFPE

Líder religioso do Terreiro de Xambá, em Olinda, foi titulado por sua contribuição para a cultura pernambucana

Nathália Pereira
Cadastrado por
Nathália Pereira
Publicado em 04/06/2021 às 18:37 | Atualizado em 12/06/2021 às 0:51
ELIMAR CARANGUEJO/SECULT-PE/FUNDARPE
Adeildo Paraíso da Silva tem 67 anos e é filho de Severina Paraíso da Silva, a Mãe Biu - FOTO: ELIMAR CARANGUEJO/SECULT-PE/FUNDARPE
Leitura:

O babalorixá Ivo de Xambá, líder religioso do Terreiro de Xambá, no Quilombo Urbano do Portão de Gelo, em Olinda, recebeu o título de Doutor Honoris Causa da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). A entrega da outorga foi marcada para a tarde do último dia 28 de maio, com transmissão ao vivo pelo YouTube.

A honraria é concedida a personalidades de destaque que tenham contribuído e/ou ainda contribuam para o progresso da Universidade, da região, do País ou que se distinguiram por sua atuação em prol das ciências, das letras, das artes ou da cultura de forma geral.

Com a titulação, Ivo junta-se a nomes como o percussionista Naná Vasconcelos, tornado Doutor Honoris Causa em 2015, e a cirandeira Lia de Itamaracá, nomeada em agosto de 2019.

Leia também: Ivo de Xambá e Byll de Olinda são homenageados do Carnaval 2020 de Olinda

Leia também: Naná Vasconcelos, o novo doutor Honoris Causa de Pernambuco

Leia também: Lia de Itamaracá recebe título Doutor Honoris Causa pela UFPE

TERREIRO DA XAMBÁ 

Adeildo Paraíso da Silva, o Pai Ivo de Xambá, tem 67 anos, é filho de Oxum e uma das principais lideranças afro-religiosas do Estado. Seus pais eram Severina Paraíso da Silva, a Mãe Biu, segunda Yalorixá do Terreiro Santa Bárbara, e José Martins da Silva.

Esteve desde criança ao lado de Mãe Biu, com quem aprendeu os rituais e as tradições religiosas da Nação Xambá. Foi consagrado ao orixá Oxum ao dez anos de idade.

Após a morte de Mãe Biu, em 1993, Ivo assume a casa junto a sua tia, Mãe Tila, com iniciação feita pelo Babalorixá Manoel Mariano da Silva.

Abraçou a direção do terreiro em 2003, depois do falecimento de Mãe Tila. Entre suas principais responsabilidades está a de preservar o culto aos Orixás, de acordo com os ritos sagrados do Povo Xambá. Também atuou por 18 anos como Presidente do Sindicato dos Estivadores.

Pai Ivo de Xambá foi escolhido por voto popular como um dos homenageados do Carnaval de Olinda em 2020.

Comentários

Últimas notícias