Sociedade

Caso DJ Ivis: Além de Pamella Holanda, quais famosas já sofreram violência doméstica?

Nomes como Luana Piovani, Palmirinha e Gretchen também já foram alvos de agressões

Robson Gomes
Robson Gomes
Publicado em 12/07/2021 às 17:41
Notícia
INSTAGRAM/@DJIVIS/REPRODUÇÃO
O cantor e compositor cearense DJ Ivis agrediu fisicamente, e várias vezes, a companheira Pamella Holanda - FOTO: INSTAGRAM/@DJIVIS/REPRODUÇÃO
Leitura:

Após a arquiteta e influenciadora Pamella Gomes de Holanda publicar neste domingo (11) uma série de vídeos que revelava as agressões que sofria do compositor e cantor DJ Ivis - onde ela foi alvo de chutes, tapas e socos do artista cearense - não é muito difícil relembrar outras mulheres famosas que também passaram por violência doméstica.

>> Pamella estava grávida quando foi agredida pela primeira vez por DJ Ivis

>> Novas denúncias sobre o mal comportamento do DJ Ivis surgem na internet após agressão à ex-mulher

>> Justiça nega pedido de DJ Ivis para impedir ex-mulher de falar sobre agressões

Segundo informações do portal Istoé Gente, em 2012, a apresentadora Palmirinha, hoje com 90 anos, desabafou sobre as agressões que sofria de seu ex-marido, já falecido.

Gretchen também revelou já apanhou de um dos ex-maridos, pai do seu filho Sérgio. “Sofri todo o tipo de agressão que uma pessoa pode imaginar. Às vezes, ele pegava até arma. Não gosto nem de lembrar”, contou a Rainha do Bumbum, hoje casada com Esdras de Souza.

Em novembro de 2015, a cantora Joelma revelou em entrevista ao Fantástico, da TV Globo, que foi traída várias vezes e alvo de várias agressões do marido, o músico e produtor Ximbinha. A situação foi determinante para a separação do casal e o fim da Banda Calypso. Em 2018, já em carreira solo, ela lançou uma música em parceria com Marília Mendonça intitulada Perdeu a Razão, falando justamente sobre violência doméstica.

No ano de 2008, Luana Piovani foi alvo de agressões do então namorado, o ator Dado Dolabella. Durante uma briga, até a camareira do casal acabou se ferindo e ele foi enquadrado na Lei Maria da Penha.

A atriz e modelo Luisa Brunet, hoje com 59 anos, teve coragem para revelar publicamente que havia sido agredida pelo ex-namorado, o empresário Lírio Parisotto, que se tornou réu na Justiça e foi condenado em fevereiro de 2019.

Mais um caso recente entre os famosos foi Duda Reis, que registrou um boletim de ocorrência contra o cantor Nego do Borel, seu ex-noivo, em janeiro deste ano. Ela, inclusive, o acusou de estupro e ameaça. Ele, no entanto, nega as acusações.

No ano de 2014, a atriz Brisa Ramos acusou o então namorado Kadu Moliterno, hoje com 69 anos, de tê-la agredido por três vezes durante o relacionamento, mas afirmou não ter denunciado à época por acreditar que o companheiro poderia mudar.

CASOS INTERNACIONAIS

Outro caso polêmico, mas internacional e de bastante repercussão, foi o da cantora Rihanna, agredida por Chris Brown quando namoravam, em 2009, nos Estados Unidos. O rapper foi condenado a cinco anos em liberdade condicional e seis meses de serviço comunitário após se declarar culpado por agredir a ex.

No ano de 2010, a pianista russa Oksana Grigorieva acusou o então marido, Mel Gibson, de agressão com socos na cabeça e na boca enquanto ela segurava a filha do casal, de apenas oito meses, nos braços. Os dois fizeram um acordo e o assunto foi encerrado.

Já em novembro de 2019, a atriz Melissa Benoist - conhecida pelos trabalhos na série Glee e como protagonista de Supergirl - se expôs num vídeo de 14 minutos falando da sua experiência como sobrevivente de violência doméstica. Sem citar nomes, todos ligaram os fatos ao ex-marido, o também ator Blake Jenner. O casal se conheceu também no seriado Glee. Veja o depoimento dela abaixo:

Comentários

Últimas notícias