Repercussão

Flávio Bolsonaro cita a mãe de Paulo Gustavo para defender Luciano Hang na CPI da Covid

Internautas não perdoaram o senador por citar a família de Paulo Gustavo

Marília Banholzer
Marília Banholzer
Publicado em 29/09/2021 às 17:20
Notícia
Paulo Gustavo abraçado com a mãe Déa Lucia (Imagem: Reprodução)
Paulo Gustavo abraçado com a mãe Déa Lucia (Imagem: Reprodução)
Leitura:

O nome do humorista Paulo Gustavo, que morreu em maio deste ano em decorrência da covid-19, esteve entre os assuntos mais comentados na tarde desta quarta-feira (29) no Twitter. O motivo para isto foi uma fala, considerada infeliz, do senador Flávio Bolsonaro, filho "01" do presidente Jair Bolsonaro, durante a CPI da Covid. Em meio aos interrogatórios ao empresário Luciano Hang, aliado da família Bolsonaro, o senador colocou a mãe do ator, Déa Lúcia, na roda das discussões.

Na ocasião, o relator da CPI da Covid, senador Renan Calheiros (MDB-AL), mostrava em um telão a certidão de óbito da mãe de Luciano Hang, Regina Modesti Hang. Calheiros revelou que o documento atesta a fraude na causa da morte da mãe do empresário. Para tentar defender o amigo, Flávio Bolsonaro provocou: "Queria ver você fazendo isso com a mãe do Paulo Gustavo".

>> Luciano Hang confirma que sua mãe, cardíaca e diabética, tomou 'kit covid'

De acordo com Flávio Bolsonaro, a exposição de documentos, como a certidão de óbito da mãe de Luciano Hang na Comissão é falta de compaixão com o empresário. Apesar de ser suplente da CPI, o senador e filho e filho da Jair Bolsonaro não tem costume de ir até as sessões. No entanto, na oitiva desta quarta-feira, chegou junto com o depoente Luciano Hang e tem participado ativamente, fazendo várias interrupções.

>> Declaração de óbito da mãe de Hang foi fraudada na Prevent Senior, diz dossiê

A colocação de Flávio sobre dona Déa Lúcia foi vista como desnecessária e descabida, já que Paulo Gustavo nunca escondeu que estava com covid-19 e sua família jamais negou que foi a infecção pelo coronavírus a causa da morte do artista. Após a fala do senador, internautas foram às redes sociais indignados:

 

Comentários

Últimas notícias