ESTADOS UNIDOS

Antes de Alec Baldwin atirar acidentalmente, equipe de Rust protestou contra condições de trabalho, diz jornal

Jornal reportou que houve outros três disparos acidentais com armas cenográficas nos dias anteriores

AFP
Cadastrado por
AFP
Publicado em 22/10/2021 às 23:19 | Atualizado em 22/10/2021 às 23:48
SAM WASSON / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / GETTY IMAGES VIA AFP
Rancho Bonanza Creek, onde era rodado o filme - FOTO: SAM WASSON / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / GETTY IMAGES VIA AFP
Leitura:

Vários membros da equipe do filme "Rust" deixaram o set na quinta-feira (21) em protesto contra as condições de trabalho, que incluíam longas jornadas, horas antes do ator Alec Baldwin, 63 anos, atirar acidentalmente e matar a diretora de fotografia Halyna Hutchins, 42 anos. As informações são do jornal Los Angeles Times. Citando fontes anônimas, o jornal reportou que houve outros três disparos acidentais com armas cenográficas nos dias anteriores.

Hutchins tinha pedido garantias nas condições de trabalho da equipe, segundo o Los Angeles Times.

Baldwin recebeu a arma das mãos de um assistente de direção, que lhe disse que se tratava de uma "pistola fria", expressão no cinema para dizer que está descarregada, segundo um documento judicial ao qual teve acesso o jornal Santa Fe Reporter. Durante um ensaio, Baldwin atirou, ferindo Hutchins no peito e o diretor, Joel Souza, no ombro. 

O astro de Hollywood disse nesta sexta-feira (22) que "seu coração está partido". "Não há palavras para expressar meu choque e tristeza em relação ao trágico acidente que tirou a vida de Halyna Hutchins", escreveu no Twitter.

A polícia informou que Halyna  morreu na quinta-feira (21) no Hospital da Universidade do Novo México após ser levada de helicóptero do rancho Bonanza Creek, onde era rodado o filme.

Baldwin foi interrogado por detetives do condado de Santa Fe. O ator garantiu que está cooperando totalmente com a investigação policial "para explicar como ocorreu esta tragédia".

"Ele deu suas declarações e respondeu às perguntas. Veio de forma voluntária e deixou o edifício após o interrogatório", informou à AFP o porta-voz do xerife, Juan Rios.

Ninguém foi detido pelo caso, nem foram apresentadas acusações, informou o gabinete do xerife. Os investigadores estão interrogando as testemunhas.

As autoridades estão executando ordens de busca no local do disparo.

"Continuam com as investigações e as ordens de busca fazem parte disso", disse Rios.

Segundo a imprensa local, um juiz assinou os pedidos para coletar na locação imagens, materiais e documentos das armas e da filmagem.

"Absolutamente devastados" 

"Todo o elenco e os trabalhadores (do filme) estão absolutamente devastados com a tragédia de hoje, e queremos enviar nossas mais profundas condolências à família de Halyna e a seus entes queridos", afirmou a produção em um comunicado.

"Interrompemos a produção do filme por um período indeterminado e estamos cooperando totalmente com o departamento de investigação da polícia de Santa Fe", completou a nota.

A revista American Cinematographer apontou Halyna Hutchins como uma das estrelas em ascensão da fotografia no cinema em 2019, segundo seu site na internet.

SONIA RECCHIA / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP
Halyna Hutchins tinha 42 anos - SONIA RECCHIA / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP

O sindicato IATSE, ao qual Hutchins pertencia e que representa os técnicos da indústria do cinema, disse que foi "devastador saber que um de seus membros, a irmã Halyna Hutchins, morreu ontem".

"Criar uma cultura de segurança exige vigilância constante de cada um de nós, todos os dias", acrescentou.

A seção de cenografia do sindicato afirmou em um e-mail aos seus associados que "uma bala foi disparada por acidente" e que nenhum de seus membros estava no set no momento, segundo versões da imprensa.

Mortes no set 

"Meu maior medo é que alguém seja fatalmente ferido em um dos meus sets", tuitou o diretor de Guardiões da Galáxia, James Gunn. "Meu coração está com todos os afetados pela tragédia de hoje em 'Rust', especialmente Hayla Hutchings e sua família".

O uso de armas em sets deve seguir uma série de normas. No entanto, um dos acidentes mais famosos ocorreu com Brandon Lee, filho da lenda das artes marciais Bruce Lee, que morreu durante as filmagens de "O Corvo", após ser baleado com uma arma que devia disparar balas de festim.

A irmã de Brandon, Shannon Lee, comentou o incidente no Twitter.

"Nossos corações estão com as famílias de Halyna Hutchins e de Joel Souza e de todos os envolvidos no incidente em 'Rust'", publicou na conta oficial no Twitter de Brandon Lee.

"Ninguém deveria ser morto por uma arma em um set de filmagem", completou.

Outras celebridades e personalidades da indústria do cinema criticaram a continuidade do uso de armas nas filmagens, ao invés de se recorrer à tecnologia.

Mas, de cordo com o especialista em armas de Hollywood, Guillaume Delouche, muitos atores e diretores preferem usar as armas cenográficas porque "adiciona algo mais à atuação".

"Rust" é um western ambientado no século IXI, protagonizado por Baldwin e dirigido por Souza.

Baldwin atua em filmes e programas de televisão desde os anos 1990.

Casado e pai de seis filhos, recentemente voltou aos holofotes com a interpretação do ex-presidente Donald Trump no programa de comédia "Saturday Night Live", com a qual ganhou seu terceiro Emmy.

Comentários

Últimas notícias