"Secretário da Cidade"

Jornalista Samir Abou Hana morre aos 79 anos, no Recife

A informação foi confirmada à Rádio Jornal pelo filho do comunicador

Cássio Oliveira
Cássio Oliveira
Publicado em 10/12/2021 às 16:56
REPRODUÇÃO/INSTAGRAM
O jornalista estava internado em um hospital particular da capital - FOTO: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM
Leitura:

Com informações da Rádio Jornal

O jornalista pernambucano Samir Abou Hana morreu, nesta sexta-feira (10), aos 79 anos, após três paradas cardíacas. O "Secretário da Cidade" estava internado em um hospital particular do Recife depois de sofrer um acidente doméstico. O falecimento foi confirmado à Rádio Jornal pelo filho do comunicador, o advogado Paulo Abou Hana.

O filho de Abou Hana explicou que a família ainda está decidindo os detalhes do sepultamento, mas que o velório será na Câmara de Vereadores do Recife e o enterro no Cemitério de Santo Amaro. Mas, ainda não há informações sobre horário, pois é aguardado o resultado da necrópsia e a liberação do corpo pelo Instituto Médico Legal (IML), algo que só dever ocorrer na manhã deste sábado (11).

Acidente doméstico

Samir estava internado desde a quinta-feira (2). Em entrevista à TV Jornal, na semana passada, Paulo Abou Hana contou que o pai caiu e bateu a cabeça, em casa.

Além da pancada na cabeça, o comunicador também sofreu uma fissura no fêmur e precisou passar por cirurgia. Por causa da gravidade do acidente, ele foi para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Veja a entrevista que o filho de Samir concedeu à TV Jornal após seu pai ser internado:

A TV Nova, onde Samir trabalhou por cerca de oito anos, lamentou por meio de nota a morte do comunicador.

"Nossos sinceros sentimentos aos familiares, amigos e fãs de um dos maiores nomes que a comunicação deste país já viu. Samir Abou Hana. Vai-se o homem e fica a história. Uma autoridade. Tratava com o mesmo respeito e entrevistava com o mesmo entusiasmo e interesse pela história pessoal, fosse o presidente da República ou um artista iniciante. Tinha assunto para comentar e perguntar de tudo. Habilidoso com as palavras e dono de um carisma que o público conhece muito bem. Alguém que sempre esteve por cima. A única queda foi a que o levou para o hospital e deu o descanso eterno. Que Deus o receba de braços abertos e com muita ternura. Para a família, muita força! Para os fãs, saudade sim, tristeza nunca!".

Carreira

Samir foi um profissional múltiplo. Apresentador de televisão, jornalista e radialista, chegou a ser secretário de Imprensa do prefeito Eufrásio Barbosa, de Olinda, e do prefeito Augusto Lucena, do Recife.

Ele popularizou a saudação carinhosa chamada de "ternurinha", que há tempos atrás serviu como nome de fantasia para sua emissora de rádio. A expressão era sempre acompanhada por um gesto com os dedos em forma de “V”.

 

ACERVO PESSOAL
Samir Abou Hana e Chacrinha - ACERVO PESSOAL

De acordo com o próprio Samir, a ideia surgiu quando Chacrinha o convidou para ser jurado em seu programa. Em entrevista à TV Globo, Abou Hana explicou que o comunicador o apresentou como “a ternurinha do Recife'. Além disso, por reivindicar melhorias para a população passou a ser chamado de: "O Secretario da Cidade". 

Em sua carreira, o apresentador passou por Rádio Jornal, Rádio Globo, Rádio Clube e outras grandes emissoras. Na televisão, teve passagens memoráveis pela TV Universitária de Pernambuco, TV Estação e Nova Nordeste, além dos jornais Diário de Pernambuco e Estado de S. Paulo.

Repercussão

Autoridades do Estado lamentaram o falecimento de Samir Abou Hana; confira:

Recebi com muita tristeza a notícia da morte do jornalista Samir Abou Hana, uma das vozes mais tradicionais do rádio em Pernambuco. Conhecido como “secretário da cidade”, pela defesa que sempre fez dos interesses da população, Samir construiu uma carreira exitosa. Passou por diversas empresas de comunicação no Estado, atuou também na televisão e foi secretário de Imprensa nas prefeituras do Recife e de Olinda. Quero manifestar minha solidariedade aos seus familiares, amigos e ouvintes neste momento de profundo pesar.

Paulo Câmara, governador de Pernambuco

“Samir Abou Hana marcou época na imprensa pernambucana e conquistou o respeito, carinho e admiração da sua audiência pelo seu carisma e credibilidade. O apelido de secretário da cidade e a expressão ternurinha se tornaram marcas registradas de uma produtiva trajetória com destaque na TV e no rádio - onde dedicou maior parte da sua carreira -, mas também em jornais e impressos e como secretário de Imprensa da Prefeitura do Recife, ainda na gestão de Augusto Lucena. Aos familiares e amigos, deixo os meus votos de solidariedade e apoio pela perda”.

João Campos, prefeito do Recife

A comunicação pernambucana perdeu um dos seus grandes ícones. Referência no rádio e na televisão, Samir Abou Hana conseguiu levar a informação ao grande público de forma descontraída, de um jeito único e pessoal. Nossos sentimentos à família, amigos, colegas de trabalho e admiradores.

Anderson Ferreira, prefeito de Jaboatão dos Guararapes

A imprensa e a sociedade pernambucana encerram esta semana tristes com a morte do jornalista Samir Abou Hana. Um grande profissional de um carisma singular, que se popularizou também por mandar para todos que o acompanhavam uma saudação carinhosa chamada de "Ternurinha". Com uma presença marcante na tv e sua voz inconfundível no rádio, passou por grandes veículos da região, como Rádio Clube e Rádio Jornal, sempre demonstrando sensibilidade em defesa do interesse público e do jornalismo de qualidade. O prefeito de Olinda, Professor Lupércio, é solidário nesta dor com familiares e amigos de Samir Abou Hana.

Professor Lupércio, prefeito de Olinda

Calou-se hoje a voz de alguém que, durante décadas, lutou pelos direitos dos pernambucanos, em especial, do povo mais humilde. Samir Abou Hana está na história e no coração de Pernambuco como um daqueles homens que até seus últimos dias dedicou a vida pelo serviço público, emprestando sua voz, seu talento e sua inquietação para resolver os problemas do dia a dia e tornar nosso estado um lugar melhor. Ganhou merecidamente em sua trajetória o título de “Secretário da Cidade”, afinal, era um comunicador que de fato ajudava a solucionar os desafios de nossa população, dando espaço para o jornalismo correto e de interesse público.

Tive a honra de conhecer Samir, de ser entrevistado por ele e discutir nosso Pernambuco. Era um cidadão inteligente, de bom papo e que onde chegava encantava com seu carisma e sorriso largo. É, sem dúvidas, um triste momento para todos seus admiradores, para o jornalismo e para todo um povo que se acostumou a ouvir e a ver Samir. Deixo minha solidariedade a seus familiares e amigos. Uma ternurinha para você, Samir Abou Hana, eterno Secretário da Cidade.

Miguel Coelho, prefeito de Petrolina

Com a partida de Samir Abou Hana, Pernambuco perde um de seus comunicadores mais carismáticos. Samir, o Secretário da Cidade, foi um autêntico porta-voz da população, um aliado permanente na cobrança por melhores serviços públicos. Tive a honra de participar inúmeras vezes de seus programas, e pude constatar também a sua dimensão humana, a sua humildade e generosidade. Meus sentimentos à família.

Armando Monteiro, ex-senador

Com pesar, ficamos sabendo da notícia da morte de Samir Abou Hana, o eterno Secretário da Cidade. Toda a nossa solidariedade aos familiares e amigos desse grande profissional, que inscreveu seu nome na história da comunicação brasileira. O legado de Samir será sempre uma referência.

Daniel Coelho, deputado federal

Pernambuco se despede de um dos maiores comunicadores do estado, perco um amigo. Samir Abou Hana dedicou a sua vida à comunicação, construindo sua trajetória com um carisma marcante e com uma identidade próxima ao povo.

A prova disso é que ficou conhecido como “O Secretário da Cidade”, pela forma como apontava os problemas e cobrava as soluções, sendo voz em muitos momentos da população. Sua “ternurinha”, bordão que virou marca, ficará agora eternizada na saudosa lembrança de seus fãs e admiradores. Meus sentimentos aos seus familiares e amigos nesse momento de despedida.

Wanderson Florêncio, deputado estadual 

Comentários

Últimas notícias