MÚSICA

Conheça MC Delta, nome da nova geração do brega-funk

Natural do Alto Santa Isabel, cantor se destacou no cenário do ritmo em faixa com 'sample' do carioca Kevin O Chris

Emannuel Bento
Cadastrado por
Emannuel Bento
Publicado em 11/03/2022 às 21:53 | Atualizado em 14/03/2022 às 16:45
CENÁRIO FILMES/DIVULGAÇÃO
BREGA-FUNK MC Delta é dono de sucessos como "Tremendo e Sentando" - FOTO: CENÁRIO FILMES/DIVULGAÇÃO
Leitura:

Os últimos anos têm sido bastante produtivos para o brega-funk em Pernambuco. Nessa cena orgânica e digital, que a todo momento traz novas revelações e apostas, MC Delta se destacou com uma faixa que trouxe vocais com autotune, em natural flerte com a música trap, e um sample de Kevin O Chris, um dos maiores fenômenos do funk do Rio de Janeiro. "Tremendo e Sentando" foi o início de uma série de lançamentos e parcerias.

Natural da comunidade do Alto Santa Isabel, na Zona Norte do Recife, Eduardo Leite Pereira Júnior, 24, iniciou sua trajetória na música em 2013, ainda no mundo do funk de periferia - que existia no Estado desde antes do brega-funk, sendo fundamental para a gênese do novo ritmo.

Delta foi alçado como um nome da "nova geração" do brega-funk em 2019, quando lançou "Sentando Sem Compromisso", com MC Alysson, que alcançou o pico das plataformas digitais como Youtube e Spotify. Quatro meses depois veio "Tremendo e Sentando", que entrou em playlists de todo o país. Carlinhos Maia, Lucas Albert, Dynho Alves e MC Mirella estão entre as figuras que fizeram vídeos de coreografias com suas músicas.

"Ao meu ver, eu me diferenciei pelas composições e embalos melódicos. Isso fez com que os toques instrumentais de cada música mudassem, trazendo novos ritmos. Também tem o palco, em que canto, brinco e me entrego ao máximo. Busco trazer um entretenimento eufórico pro público", diz MC Delta.

"A concorrência no brega-funk, na minha concepção, é algo de pouca importância, pois esse mercado é bem amplo e cresceu muito com o passar do tempo. Antes tínhamos pouca relevância, mas hoje somos um patrimônio imaterial de Pernambuco", continua.

"Meu objetivo hoje é fazer o brega funk mais visível ao mundo, fazendo com que o ritmo chegue onde antes era 'travado' por simplesmente receio das pessoas. Meu maior sonho é fazer uma turnê na Europa, trazendo algo novo e diferente. O movimento brega-funk já tem público no exterior pela internet, porém o público não tem tanta oportunidade de consumir os artistas que são donos dessa cultura", finaliza.

Comentários

Últimas notícias