MÚSICA

Família Marinho, do Sertão do Pajeú, faz show na Casa Estação da Luz, em Olinda

Carregando legado do repente, Bia Marinho, Tonfil e a banda Em Canto e Poesia se apresentam no projeto Tardes Olindenses, realizado pelo espaço, conhecido como "Casa de Alceu Valença"

Emannuel Bento
Cadastrado por
Emannuel Bento
Publicado em 31/03/2022 às 16:15 | Atualizado em 31/03/2022 às 17:08
MARIANA PINHEIRO/DIVULGAÇÃO
CASA ESTAÇÃO DA LUZ Família Marinho se apresenta no projeto Tardes Olindenses - FOTO: MARIANA PINHEIRO/DIVULGAÇÃO
Leitura:

Com história de 200 anos do repente nordestino, a Família Marinho se reúne em apresentação na Casa Estação da Luz, em Olinda, neste sábado (2), a partir das 17h - o espaço abre às 15h. Bia Marinho, Tonfil e a banda Em Canto e Poesia, formada por Antônio Marinho, Greg Marinho e Miguel Marinho, participam do projeto Tardes Olindenses, que vem dando espaço a artistas da terra nos últimos meses. O dia também marca a estreia do projeto Som da Luz.

Os artistas vão apresentar um espetáculo contemporâneo a partir de uma memória ancestral ainda presente, mesclando pegadas atuais com os traços que marcam esta geração da família, apontando para novas matrizes de tradições e experimentalismo.

"A família está preparando um momento mágico. Um ápice do que cada um faz em sua trajetória pessoal traduzido pelo escancaramento da coletividade que nos sustenta a todos”, diz Antônio Marinho, poeta e vocalista da banda Em Canto em Poesia.

"É uma mistura do palco com a cozinha da casa de Mãe Nena, da carreira com o ofício, do repertório pensado pra ribalta com o que a gente canta depois dos cafés da tarde que são regra em nossa família.”

Estreia do Som da Luz

FILIPE JORDÃO/JC IMAGEM
Alceu Valença vai abrir em Olinda a Casa Estação da Luz. Equipamento turístico e de cultura começa a promover ações pontuais ainda este ano e terá programação permanente a partir de 2022. - FILIPE JORDÃO/JC IMAGEM
FILIPE JORDÃO/JC IMAGEM
Alceu Valença vai abrir em Olinda a Casa Estação da Luz. Equipamento turístico e de cultura começa a promover ações pontuais ainda este ano e terá programação permanente a partir de 2022. - FILIPE JORDÃO/JC IMAGEM
FILIPE JORDÃO/JC IMAGEM
Alceu Valença vai abrir em Olinda a Casa Estação da Luz. Equipamento turístico e de cultura começa a promover ações pontuais ainda este ano e terá programação permanente a partir de 2022. - FILIPE JORDÃO/JC IMAGEM

No dia da apresentação da Família Marinho, a Casa Estação da Luz tem uma outra novidade musical para seu público: o Som da Luz. Nesse projeto, um DJ tocará sets em dois momentos. O primeiro começa logo após a abertura da casa, guiando o público para o Tardes Olindenses. Já o segundo ocorre logo após o show, tocando músicas presentes nas pistas do Brasil e do mundo.

Para construir esse repertório foi convidado o DJ Incidental, produtor musical, neto de mestre de brinquedo popular e fissurado por tecnologia. Ele irá apresentar sets que promovem conexão do novo com o antigo, trazendo leituras e releituras do cancioneiro popular brasileiro, com elementos da música moderna.

A ideia nasceu depois que as produtoras Yanê Valença e Natália Reis entenderam que, para além dos shows, eventos gastronômicos e exposições, o espaço precisava de algo para conectar esses momentos como sonoridades originais do Estado.

SERVIÇO
Família Marinho nas Tardes Olindenses
Onde: Casa Estação da Luz (Rua Prudente de Morais, 313, Carmo)
Quando: sábado (2), a partir das 15h
Quanto: RS 60 para a área da plateia, com meia entrada. Mesa fechada para quatro pessoas por $ 320

Comentários

Últimas notícias