CINEMA

Will Smith é banido do Oscar por 10 anos por conta de tapa em Chris Rock

A Academia de Hollywood proibiu o ator comparecer à cerimônia do Oscar e de outros eventos ligados à instituição, seja pessoal ou virtualmente

Amanda Azevedo Emannuel Bento
Amanda Azevedo
Emannuel Bento
Publicado em 08/04/2022 às 16:47 | Atualizado em 08/04/2022 às 20:42
ROBYN BECK/AFP
Will Smith subiu ao palco para acertar o rosto de Chris Rock por causa de piada infame com Jada Pinkett Smith - FOTO: ROBYN BECK/AFP
Leitura:

Com informações da AFP

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood anunciou, nesta sexta-feira (8), que proíbe o ator Will Smith de comparecer à cerimônia dos prêmios Oscar durante os próximos 10 anos devido ao tapa que deu no comediante Chris Rock na última edição.

Segundo indicaram em nota o presidente da junta da organização, David Rubin, e a diretora executiva, Dawn Hudson, durante esses dez anos Smith "não estará permitido a comparecer a nenhum evento ou programa da Academia, seja pessoal ou virtualmente, incluindo, entre outros, os Prêmios da Academia".

De qualquer modo, não perdeu o Oscar de melhor ator que ganhou este ano por "King Richard". No último dia 1º de abril, Smith anunciou sua desfiliação na Academia. A decisão foi uma resposta ao ocorrido na edição.

Leia também: Prêmio de Will Smith no Oscar 2022 é bem maior do que o tapa em Chris Rock

"Respondi diretamente ao aviso de audiência disciplinar da Academia e aceitarei integralmente todas e quaisquer consequências por minha conduta. Minhas ações na apresentação do 94º Oscar foram chocantes, dolorosas e imperdoáveis", disse, em comunicado.

ROBYN BECK/AFP
GLÓRIA Ator de 53 anos recebeu seu primeiro Oscar, por King Richard, tendo sido esta a sua 3ª indicação - ROBYN BECK/AFP
ROBYN BECK/AFP
OSCAR 2022 Will Smith vencendo prêmio de Melhor Ator por "King Richard: Criando Campeãs" - ROBYN BECK/AFP
Reprodução/Internet
Will Smith pediu desculpas por agressão durante Oscar 2022 - Reprodução/Internet

Com "King Richard", Will varreu as premiações consideradas termômetros do Oscar. O ator já havia vencido o Critics Choice Awards, Bafta, Golden Globes e SAG Awards. No filme, vive o pai e empresário de meninas negras que sonham em ser atletas do tênis.

Entenda a polêmica

Na cerimônia do Oscar 2022, Chris Rock sugeriu que a atriz Jada Pinkett-Smith, esposa de Wiil, poderia protagonizar o próximo G.I Jane, longa em que Demi Moore protagoniza de cabelo raspado. Ocorre que Jada é careca pela condição causada pela doença alopecia, que causa perda de cabelo.

Não foi a primeira vez que Rock fez piada com a atriz. Em 2016, Will e Jada não compareceram ao Oscar em protesto pela falta de atores negros entre os indicados. O humorista comandou o evento e zombou da situação logo em seu monólogo de abertura: "Jada fazendo boicote ao Oscar é como eu fazendo boicote às calcinhas de Rihanna… não fui convidado."

Comentários

Últimas notícias