MÚSICA

MC de brega-funk do Recife faz shows em Portugal. Conheça Markinhow Lima

De volta ao brega-funk em 2019, MC tem se apresentado em casas de shows de Lisboa, Porto e Faro

Emannuel Bento
Cadastrado por
Emannuel Bento
Publicado em 28/04/2022 às 15:07 | Atualizado em 28/04/2022 às 19:29
DIVULGAÇÃO
BREGA-FUNK Markinhow Lima - FOTO: DIVULGAÇÃO
Leitura:

O brega-funk tem circulado o mundo através das plataformas digitais de consumo de música, mas ainda não é comum que artistas do ritmo cruzem as fronteiras do Brasil.

Desde março deste ano, o MC do Recife Markinhow Lima está tendo a oportunidade de fazer shows em cidades portuguesas como Lisboa, Porto e Faro.

Até o momento, apenas Dadá Boladão chegou a fazer shows em Portugal, através da ponte criada pela gigante do funk KondZilla. MC Loma e as Gêmeas Lacração também tinha uma turnê agendada, mas  romperam com a produtora por questões judiciais.

Natural de Santo Amaro, no Centro do Recife, Limmarcos Rodrigues de Lima começou no brega-funk em 2013, mas deu uma pausa para voltar apenas em 2019.

Recentemente, emplacou a faixa "Sento com Amor", que tem acumulado centenas de milhares de visualizações em diferentes canais de brega. A música ganhou um vídeo no canal da FitDance.

Com um sucesso entre os vídeos "em alta" do YouTube, Markinhow foi convidado para fazer shows na Europa pela Slum Eventos, sediada na Europa, mas tocada por pelo português Bruno Raposo e pelo brasileiro Felipe de Sá. Uma primeira oportunidade surgiu antes da pandemia, em 2020, mas a ida só se tornou possível em 2022, com o retorno dos eventos.

"Os shows aqui tem sido bastante movimentados. O público é bem animado, alegre e cativante. Eles abraçam mesmo o artista. Nos eventos que toco, grande parte é brasileiro. São pessoas de diversas regiões. Também existe o público português e de outros países da Europa", relata o MC.

"Por incrível que pareça, o brega-funk tem sim sua força na Europa. Não tanto quanto no Brasil, mas dá para perceber que as pessoas conhecem as músicas, tentam entrar na onda da dança. Então, acredito que exista bastante potencial. Só é preciso focar mais e ter originalidade", opina o MC, que segue em solo europeu e deve fazer shows em países vizinhos a Portugal em breve.

Comentários

Últimas notícias