Dólar

Vai viajar e foi surpreendido com o aumento do dólar? Saiba o que fazer

Especialista dá dicas de como agir diante do aumento da moeda estrangeira

Bruna Oliveira
Bruna Oliveira
Publicado em 09/03/2020 às 15:20
Notícia
GUGA MATOS/ACERVO JC IMAGEM
Dólar turismo atualmente custa em média R$ 5 - GUGA MATOS/ACERVO JC IMAGEM
Leitura:

Com o dólar turismo com valor médio atual próximo de R$ 5, é comum ver um sentimento de preocupação entre as pessoas que estão com viagens marcadas para o exterior nos próximos meses e ainda não realizaram a compra da moeda. A alta cotação do dólar pode influenciar diretamente no sonho de quem vai a destinos incríveis como a Disney, Miami, Boston e outros lugares. Mas o que fazer diante desta situação?

Para o personal financeiro Leandro Trajano o primeiro passo, nessa circunstância, é pesquisar bastante. “Por mais que a pessoa não vá encontrar grandes diferenças de uma casa de câmbio para outra, ela pode pesquisar e comprar o dólar em um local que a moeda esteja mais barata”, conta.

>>Bolsa interrompe negócios após queda de 10% e pânico nos mercados

Ele também explica que não adianta se desesperar e comprar todo o dinheiro disponibilizado para a viagem e comprar dólar neste momento, porque não há uma forma de saber se o valor vai baixar ou aumentar nas próximas semanas.

Uma segunda alternativa, ainda segundo Trajano, é evitar utilizar cartão de crédito no destino, já que há um acréscimo no imposto sobre operações financeiras (IOF) que, por sua vez, está na média do 3,38%. “Esse valor em dólar vai deixar as despesas da viagem ainda mais cara”, fala.

>> Entenda o que é o circuit breaker, mecanismo acionado pela Bovespa

>> Dólar encosta em R$ 4,80 mesmo com atuação do Banco Central

A técnica judiciária Danielle Mariano que irá participar da Maratona de Boston 2020, nos Estados Unidos, realizada no dia 20 abril, disse que está um pouco preocupada com a alta do dólar.

“Estou preocupada, porque é uma viagem que já é considerada cara por causa do evento, já que a cidade se prepara para receber a maratona. O dólar subir descontroladamente me deixa receosa, porque vou fazer dívida que eu não gostaria de fazer”, declara.

Qual o momento ideal para fazer a compra?

De acordo com Leandro Trajano a oscilação da moeda depende de vários fatores: econômicos, políticos, além de outros totalmente fora do mercado econômico, mas que também têm influência como o caso do novo coronavírus. Por isso,o ideal é fazer a comprar a moeda a um valor médio.

“A pessoa pode comprar a moeda estrangeira em algumas oportunidades para se antecipar um pouco com relação à viagem. Se ela comprou a passagem em dezembro e vai viajar em maio, por exemplo, é interessante que ela já tenha feito ao menos duas janelas de compra”, conta.

Além deste formato de compra, o turista também pode optar por fazer a compra da moeda todos os meses. “Se ele quiser levar 7 mil dólares, por exemplo, pode comprar mil dólares a cada mês. Assim ele vai pegar momentos de alta e baixa do dólar e vai ter um equilíbrio no valor total”, aconselha.

De olhos abertos nas companhias aéreas

Um outro ponto destacado pelo personal é prestar atenção nas promoções de companhias aéreas, visto que a demanda de passagem costuma baixar durante o aumento da moeda.

“Como tudo está mais caro, as pessoas viajam menos e por isso as companhias aéreas baixam o preço das passagens. Quando as pessoas vêem isso querem comprar, porque é uma ótima oportunidade de ir para o exterior, porém esquecem que as despesas serão pagas em dólar, o que faz com que a viagem seja cara e o preço da passagem não compense”, explica.

Comentários

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias