DINHEIRO

Caixa ainda não tem confirmação quanto aos 12 milhões de reinscritos no auxílio emergencial

Banco espera repasse de informações pela Dataprev para posteriormente fazer o pagamento da primeira parcela a essas pessoas

Lucas Moraes
Cadastrado por
Lucas Moraes
Publicado em 06/05/2020 às 16:23 | Atualizado em 06/05/2020 às 17:25
FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
BOLSO ESVAZIADO Apesar do aumento da população ocupada em 2021, a massa do rendimento mensal real de todos os trabalhos caiu 3,1% - FOTO: FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
Leitura:

Dos mais de 12 milhões de possíveis beneficiários do auxílio emergencial que tiveram de refazer a inscrição no aplicativo ou site da Caixa, até esta quarta-feira (6), sequer a informação de um desses inscritos foi repassada pela Dataprev à Caixa. De acordo com o banco, sem a confirmação, os pagamentos não podem ser liberados e, por parte da Dataprev, não há ainda nenhuma sinalização de quando isso poderá ser feito. 

Conforme os números da própria Caixa, 12,4 milhões de pessoas que já tinham feito as suas inscrições no aplicativo Auxílio Emergencial - Caixa receberam mensagens no próprio app recomendando a reinscrição por alguma inconsistência dos dados apresentados. Essas pessoas, embora possam ter feito o cadastro desde o início do mês de abril, ainda não tiveram acesso ao dinheiro da primeira parcela do auxílio. 

Dataprev

Sem o repasse e confirmação dos dados pela Dataprev, a Caixa diz que não pode fazer o pagamento, mesmo anunciando estar às vésperas do anúncio do calendário para pagamento da segunda parcela. "A Caixa ainda não recebeu nenhum lote dos inscritos com dados inconclusivos. Quando recebermos, poderemos fazer o pagamento com até dois dias úteis", afirmou o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, nesta quarta-feira. 

Além dos 12,4 milhões que precisaram se recadastrar, a Dataprev ainda tem na sua conta a aprovação de outros 6 milhões de inscrições que seguem em análise desde o lançamento do programa. Há mais de uma semana, a empresa pública de tecnologia vem sendo questionada por este JC quanto ao porquê da demora para aprovação ou não desses cadastros, mas não tem dado qualquer satisfação até então. 

Embora as agências da Caixa estejam concentrando o atendimento para os saques do dinheiro daqueles que já tiveram seus cadastros aprovados. A falta de respostas leva muitas pessoas a procurarem o banco mesmo sem necessidade de atendimento. Pela tela do celular ou computador, aliada da espera, a única satisfação dada a esses brasileiros é de que o pedido segue "em análise", para muitos um descompasso que já chega há um mês. 

Até hoje, em número atualizados nesta tarde, a Caixa já efetuou o pagamento do auxílio emergencial para 50 milhões de brasileiros, incluindo inscritos no Bolsa Família e no Cadastro Único. Só no aplicativo, que reúne informais, autônomos e demais beneficiários que não constavam na base de dados sociais do governo, as inscrições já superam os 51 milhões. 

Comentários

Últimas notícias