Varejo

Shoppings do Grande Recife estão preparados para receber clientes após cuidados contra coronavírus

A partir desta segunda-feira (8), os shoppings poderão dar início às vendas com retirada no estacionamento (drive Thru)

JC
JC
Publicado em 29/05/2020 às 20:50
Notícia
ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Pulverização no RioMar. A atomização se faz com bactericidas. O procedimento foi adotado por todos os centros de compra - FOTO: ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Leitura:

Atualizada no dia 05/06/2020

Os shoppings da Região Metropolitana do Recife (RMR) já estão todos preparados para receberem os clientes de volta após 70 dias de portas fechadas. Nesta sexta-feira (5), o plano de convivência da atividade econômica com a covid-19, anunciado pelo governo de Pernambuco na última segunda-feira (1º), sofreu alterações. De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado, Bruno Schwambach, os shoppings poderão dar início às vendas com retirada no estacionamento (drive Thru) nesta segunda-feira (8). Antes, a previsão era apenas na segunda quinzena de julho.

O comércio do Centro e os atendimentos em clínicas e consultórios de saúde também terão as suas flexibilizações adiantas.

>> Novo normal já é realidade. Confira fotos de atrativos turísticos reabertos no Brasil, Europa e Ásia

>> Salões de beleza, barbearias e clínicas de estética terão linha de crédito especial em Pernambuco

>> É falsa a imagem que circula na internet com supostas datas de reabertura da economia em Pernambuco

 

“Os shoppings já eram locais seguros, agora estão mais seguros ainda em relação à saúde”, diz o presidente da Associação Pernambucana de Shoppings Centers (Apesce), Paulo Carneiro. Ele destaca os cuidados com sanitização, renovação periódica dos aparelhos de ar-condicionado, “que inclusive são fiscalizadas”, revisões antecipadas dos equipamentos e adaptações para receber e orientar os clientes, como marcação de pisos para filas, disponibilização de álcool em gel e termômetros para medir a temperatura dos visitantes.

Kleber Melo
Protocolo de reabertura - Kleber Melo

 

 

>> Setores da economia do Recife devem começar a reabrir a partir de junho

 

ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Shoppings passam por adaptações para receber e orientar os clientes, como marcação de pisos para filas, disponibilização de álcool em gel e termômetros para medir a temperatura dos visitantes - ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM

Com a infraestrutura condominial toda pronta, o setor espera que o governo divulgue as datas para a reabertura nos próximos dias. “A ansiedade dos lojista é grande. Eles precisam de data antecipada para reprogramar as suas equipes e repor estoques. Mas também há o desejo do público, que sente falta desse ambiente seguro de compras”, afirma.

Neste período de quarentena, o setor foi atrás de soluções para resolver as questões de segurança sanitária e abriram diálogo com o governo para mostrar as iniciativas. O principal produto da articulação foi o protocolo de reabertura, entregue ao Estado como forma de orientação para a retomada do comércio. O material foi produzido pela Associação Brasileira de Shoppings (Abrasce) e validada pelo Hospital Sírio-Libanês, referência no setor de saúde.

ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Shoppings passam por adaptações para receber e orientar os clientes, como marcação de pisos para filas, disponibilização de álcool em gel e termômetros para medir a temperatura dos visitantes - ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM

O protocolo é detalhado e prevê normas e cuidados para as áreas dos shoppings, limpeza e até distanciamento entre bacias e mictórios nos banheiros. São mais de 30 itens de cuidados para deixar o ambiente mais seguro. A ideia é abrir em duas etapas. A abertura de serviços de lazer, a exemplo dos cinemas, e os eventos – para evitar aglomerações –, ficam para uma segunda fase.

“No caso da limpeza, além de uso de bactericidas utilizado em instalações hospitalares, vamos passar por toda uma atomização”, diz a superintendente do Shopping Tacaruna, Sandra Arruda, referindo-se à pulverização, ou atomização, que se faz com produto bactericida. O procedimento foi adotado por todos os centros de compra. No RioMar Recife, por exemplo, o produto já é aplicado duas vezes ao dia e, na volta dos clientes, também será mantida a rotina de uma aplicação à noite, ao final do expediente, e pela manhã, antes da abertura.

ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
As cancelas do estacionamento agora dispõem de sensor de presença. Basta o motorista aproximar a mão do aparelho para o cartão de entrada, previamente higienizado, sair - ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM

A atomização é um procedimento que o cliente não verá. Mas todos os visitantes vão perceber diversas diferenças na rotina de compras, conta Henrique Medeiros, superintendente do RioMar. “Estamos preparando o equipamento para o cliente se sentir seguro em sair de casa”, resume. A mudança começa antes mesmo de entrar no prédio. As cancelas do estacionamento agora dispõem de sensor de presença. Basta o motorista aproximar a mão do aparelho para o cartão de entrada, previamente higienizado, sair. Totens com álcool em gel estarão nos principais pontos de contato manual ao longo de todo o mall, a exemplo de escadas rolantes, elevadores, acessos de portaria. Tapetes com desinfectantes de sapato também passarão a fazer parte da nova formatação dos shoppings.

“O uso da máscara já é obrigatório no Estado e vamos fazer com que a regra seja cumprida dentro do empreendimento”, diz Medeiros. Os funcionários, claro, vão dar o bom exemplo. Todos os colaboradores vão estar equipados com máscaras, luvas e face shields, no caso daqueles que têm contato direto com os clientes. Medeiros, lembra ainda que todos os cuidados necessários para mitigar o risco de contaminação serão adotados, inclusive contagem eletrônica de clientes, no caso de o governo determinar uma quantidade específica de acesso de clientes. Tudo isso, claro, também depende também da colaboração dos clientes. “É um trabalho feito a quatro mãos. As pessoas devem fazer uso do álcool em gel, das máscaras e evitar aglomeração”, diz.

ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
As cancelas do estacionamento agora dispõem de sensor de presença. Basta o motorista aproximar a mão do aparelho para o cartão de entrada, previamente higienizado, sair - ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM


Zuleika Lira, superintendente do Plaza Shopping, ressalta que as medidas serão adotadas por todos os shoppings. “Esse protocolo é baseado em experiências internacionais para deixar o ambiente ainda mais seguro.” O superintendente do Guararapes, Newton Souza, conta que o setor vem se preparando para a volta desde março, quando foi determinado o fechamento do comércio. “Hoje temos umas 60 lojas funcionando com o delivery e agora temos que ver como vai ser com a volta das lojas satélites e âncoras e reposição de estoque. Quando a abertura for definida, até 80% das lojas estarão de volta”, conta.

Sandra Arruda, do Tacaruna, ressalta que essa adaptação também ocorrerá por parte do público consumidor, que voltará a visitar os shoppings gradualmente. Leandro Denardi, do Patteo Olinda, diz que muita gente tem preconceito porque os shoppings são lugares fechados, mas que não há razão de ser. “Shoppings são locais com pé direito alto, de circulação, com aparelhos de ar-condicionado que fazem a purificação, a limpeza e a renovação de ar constantemente”, diz. Com os cuidados, o ambiente agora estará mais seguro ainda e a preocupação com a saúde dos clientes são pensadas nos mínimos detalhes. “No Patteo vamos fechar algumas escadas rolantes para que num lado do shopping fiquem aquelas que sobem e num outro lado as que descem. Queremos evitar a subida e descida no mesmo lado.”

ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Totens com álcool em gel estarão nos principais pontos de contato manual ao longo de todo o mall - FOTO:ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
A maior mudança acontece com a antecipação da abertura parcial dos shoppings - FOTO:ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Shoppings passam por adaptações para receber e orientar os clientes, como marcação de pisos para filas, disponibilização de álcool em gel e termômetros para medir a temperatura dos visitantes - FOTO:ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
As cancelas do estacionamento agora dispõem de sensor de presença. Basta o motorista aproximar a mão do aparelho para o cartão de entrada, previamente higienizado, sair - FOTO:ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
As cancelas do estacionamento agora dispõem de sensor de presença. Basta o motorista aproximar a mão do aparelho para o cartão de entrada, previamente higienizado, sair - FOTO:ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Kleber Melo
Protocolo de reabertura - FOTO:Kleber Melo
ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Novos equipamentos no Shopping Rio Mar para prevenção do contágio do novo Coronavírus, Covid-19. Maquina de cartões de acesso ao Shopping Rio Mar nas cancelas são acionadas por sensor de presença. Recife, Pernambuco,Brasil. - FOTO:ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias