período junino

Saiba como pedir comida de milho online em Caruaru no São João

Empresas e entregadores podem utilizar a plataforma Delivery Caruaru para oferecer serviço e os caruaruenses podem escolher opções para sentir o gosto do São João em casa

Manuela Figuerêdo
Manuela Figuerêdo
Publicado em 05/06/2020 às 10:19
Divulgação
"Comidas típicas' do São João é a nova categoria do Delivery Caruaru - FOTO: Divulgação
Leitura:

As empresas caruarenses que vendem pamonha, canjica, bolo de milho e todos os outros alimentos que saboreiam e marcam o São João na cidade já podem fazer uso de uma alternativa, durante a pandemia do coronavírus, para garantir que seu negócio continue a pulsar mesmo com as proibições de fogueiras, fogos de artifícios e festas juninas: foi lançado, na última segunda-feira (1º), o catálogo de "comidas típicas" dentro da plataforma Delivery Caruaru, que já existe desde 25 de março. A ferramenta foi criada e elaborada pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Economia Criativa de Caruaru (SEDEEC).

Como fazer pedidos?

No site, as empresas e entregadores podem se cadastrar gratuitamente para oferecer seus serviços e as pessoas que desejam ter esses produtos juninos em suas casas podem acessar o site para ver as opções detalhadas. O interessado pode pesquisar pelo nome da empresa ou filtrar o bairro para saber quais atendem nele e, ainda, fazer a filtragem das empresas que tem aplicativo para o pedido. Quando encontrada a empresa desejada, vai aparecer o telefone, o instagram (caso tenha), o aplicativo que atende (caso atenda) e os bairros contemplados.

Reprodução/Site
Página onde podem ser feitos os pedidos de comidas típicas - Reprodução/Site

Essa situação também serve para as outras categorias do site, como delivery de comida, distribuição de gás e bebidas, medicamentos, materiais de construção, abastecimento alimentar - supermercados, hortifruti e CEACA -, petshop e até mesmo máscaras caseiras. Agora, com a chegada de junho, esse rol de alimentos tipicamente juninos ganham força, por isso, essa foi a forma que a gestão encontrou de atender essa demanda culinária que acontece no período de São João.

Plataforma que aproxima do São João e facilita durante a pandemia

Como afirma a prefeita de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB), o tempo de milho verde chegou. “Na nossa cidade teve chuva e está tendo colheita. Por isso, a gente lançou no Delivery Caruaru a categoria “comidas típicas”. Quem faz pamonha, macaxeira, bolo de milho ou canjica pode se cadastrar para oferecer produtos e poder entregar na casa das pessoas para que elas sintam o sabor e o cheiro do São João em casa”, esclarece a gestora.

A plataforma, como um todo, é uma tentativa de evitar que as pessoas saiam para as ruas em busca de algo que podem receber em casa, que serve como uma vitrine para as empresas e funciona como mais uma oportunidade para os entregadores. “Buscamos essa solução com o objetivo de ajudar a população, reforçando a necessidade de ter cada vez menos pessoas nas ruas. Assim conseguimos concentrar todos os serviços em uma plataforma só e o usuário poderá escolher qual vai utilizar”, explica o secretário de Desenvolvimento Econômico e Economia Criativa, André Teixeira.

São João de Caruaru solidário 

Raquel reforça que, pelo contexto de pandemia, essas será um dos modos de vivenciar o São João em 2020, em casa. No início desta semana, a prefeita fez o anúncio de que a tradicional festa que movimenta o turismo na cidade foi substituída, já que eventos de grande porte continuam proibidos por decreto estadual, por uma plataforma de arrecadação de doações para a cadeia produtiva da cidade.

A prefeitura utilizará um espaço virtual para angariar fundos com o objetivo de ajudar no combate à pandemia, fornecendo materiais de higiene pessoal e de cestas básicas. Segundo a tucana, mais de 12 mil trabalhadores que trabalham direta e indiretamente na festividade podem ser beneficiados com essa iniciativa.

Reprodução/Site
Página onde podem ser feitos os pedidos de comidas típicas - FOTO:Reprodução/Site

Comentários

Últimas notícias