Festividade

São João de Caruaru 2020: Prefeitura lança plataforma solidária online

Anúncio foi feito nesta segunda-feira (1º) pela prefeita da cidade, Raquel Lyra

Márcio Bastos
Márcio Bastos
Publicado em 01/06/2020 às 10:12
Notícia
Janaína Pepeu/Divulgação
Novo formato do São João de Caruaru busca respeitar as medidas de prevenção contra o coronavírus - FOTO: Janaína Pepeu/Divulgação
Leitura:

A prefeita Raquel Lyra (PSDB) anunciou nesta segunda-feira (1º) o modelo de execução do São João de Caruaru em 2020. Por conta do coronavírus, a festa tradicional não poderá ocorrer e, assim, foi pensada uma estratégia para não deixar os profissionais que dependem dos festejos desamparados. Para isso, foi lançada a campanha São João Caruaru Solidário, uma plataforma para arrecadar doações para a cadeia produtiva da cidade.

"Como todo mundo sabe, em razão da pandemia que se instalou no nosso país e na nossa cidade, este ano infelizmente a gente não poderá realizar as festas de São João no formato tradicional", afirmou a gestora. "Milhares de pessoas vivem do nosso São João e nós criamos esse projeto para ampliar a nossa rede de solidariedade e chegar na vida de quem espera o ano inteiro para trabalhar nos festejos juninos".

Na plataforma www.saojoaocaruarusolidario.com.br, a prefeitura arrecadará fundos para ajudar no combate à pandemia, fornecendo materiais de higiene pessoal e de cestas básicas. A prefeitura disse ainda que é possível deixar doações no prédio da Prefeitura e na sede do Lions Clube. De acordo com Raquel Lyra, mais de 12 mil trabalhadores que trabalham direta e indiretamente na festividade podem ser beneficiados.

No vídeo de anúncio da iniciativa, diversos artistas declararam apoio à iniciativa, a exemplo de Elba Ramalho e Petrúcio Amorim. A Prefeitura de Caruaru disponibilizará QR Codes para artistas e emissoras que quiserem participar da campanha conseguirem arrecadas fundos através de suas lives.

Comidas típicas

O site Delivery Caruaru haverá uma seção voltada para comidas típicas de São João, a fim de apoiar os trabalhadores que dependem da venda desses alimentos, como tapioqueiras, boleiros e outros profissionais.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias