Incentivo

Programa vai incentivar a digitalização de pequenas empresas do Nordeste

Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial, ligada ao Ministério da Economia, vai disponibilizar R$ 14 milhões para projetos na região

Edilson Vieira
Edilson Vieira
Publicado em 23/06/2020 às 17:23
Notícia
Washington Costa/Divulgação
Para o presidente da ABDI, Igor Calvet, o Nordeste é a região mais empreendedora do País - FOTO: Washington Costa/Divulgação
Leitura:

A Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) lança amanhã (25), edital para selecionar projetos que atuem para a transformação digital de micro, pequenas e médias empresas nos estados do Nordeste. O programa vai selecionar na primeira fase 20 projetos que poderão receber até R$ 3 milhões cada. As inscrições para o programa BR Digital poderão ser feitas a partir desta quinta-feira (25) no site www.digitalbr.abdi.com.br. O prazo para apresentação das propostas vai até 10 de agosto deste ano.

O presidente da ABDI , Igor Calvet, diz que o programa envolve, necessariamente, a participação de instituições públicas ou privadas. “O apoio financeiro da ABDI não é diretamente para as empresas, e sim para instituições que apoiem projetos de digitalização de empresas, a exemplo do Sebrae, secretarias estaduais ou municipais de ciência e tecnologia ou entidades como o Porto Digital, que existe em Pernambuco”. Para se candidatar aos recursos, as instituições devem criar uma espécie de consórcio com até três entidades. Cada consórcio pode apresentar até três projetos, mas apenas um pode ser selecionado. “O apoio da ABDI vai se dar no início desse projeto, depois é esse consórcio que deve conduzir o processo colaborando para a criação de um ecossistema digital”, afirmou Calvet.

FASES

Os projetos selecionados atravessarão três momentos. Na fase piloto, o investimento será entre R$ 500 mil e R$ 1,5 milhões de reais por projeto. Na fase de escala, entre R$ 500 mil e R$ 1,5 milhões de reais por projeto, podendo chegar a um total de até R$ 3 milhões por projeto. O investimento da ABDI no programa, considerando todas as fases, será de R$ 14 milhões. O programa tem a proposta de acelerar projetos estruturados em redes que lidem com áreas como sensoriamento, computação em nuvem, internet das coisas – IoT, entre outros.

“A ABDI é uma agência nacional e durante muito tempo concentrou seus esforços no Centro-Sul do País, porque antes a abordagem era incentivar onde havia atividade industrial mais forte. Com a economia digital isso deixa de ser importante e aí todo negócio, seja indústria ou varejo, pode ser impactada pela revolução digital”. Igor citou números do Sebrae afirmando que em 2017, havia na região Nordeste cerca de 1 milhão de micro e pequenos empreendimentos, o que equivale a 15,3% do total do país. “É a região mais empreendedora do Brasil e que responde muito rapidamente a esses incentivos da economia digital”, afirmou Calvet.

Para marcar o lançamento e dar mais informações sobre o programa, a ABDI vai promover um bate papo online sobre transformação digital que vai contar com especialistas como o presidente do Conselho do Porto Digital, Sílvio Meira e o Head do Setor Público da Amazon Web Services, Paulo Cunha. A live acontece nesta quinta-feira (25), às 11h, e será transmitido pela Facebook (@abdi.digital) e pelo Youtube (ABDIgov).

Comentários

Últimas notícias