Turismo

Feriado de 7 de Setembro reaquece setor hoteleiro no litoral pernambucano

Hotéis, pousadas e casas para temporada estão sendo muito procuradas neste feriadão

JC
JC
Publicado em 05/09/2020 às 11:07
Notícia
BRENDA ALCÂNTARA/JC IMAGEM
A Praia de Porto de Galinhas é um dos principais pontos turísticos do litoral pernambucano - FOTO: BRENDA ALCÂNTARA/JC IMAGEM
Leitura:

Quem deixou para decidir se sairia do isolamento para busca hospedagem nas principais cidades turísticas de Pernambuco tem encontrado dificuldades em fazer reservas. Neste sábado (5), a busca online por estadia em hotéis e pousadas no Litoral Sul do Estado, por exemplo, mostra que os locais mais bem classificados estão com poucas vagas, ou esgotados. Em sites como Airbnb e Booking há poucas oportunidades de hospedagem disponíveis em Porto de Galinhas, por exemplo. A procura anima o setor hoteleiro que tanto sofreu nesta pandemia do novo coronavírus.

REPRODUÇÃO
Opções nos sites de busca por hospedagem estão se esgotando - REPRODUÇÃO

Segundo o diretor comercial do Hotel Village, Eduardo Tiburtius, a ocupação média na rede hoteleira de Porto de Galinhas para este feriado estava em torno de 60% (na última quarta-feira, 2). “Em abril ou maio, a gente achava que não viria ninguém após a reabertura. Mas o hóspede tá vindo”. Tiburtius conta que acreditava que iria reabrir com 10%, mas em agosto já tinha 25% de ocupação média. “O turismo regional, de quem vem de perto, aumentou. A gente está vendo os números crescendo”.

Curiosamente, o hotel já está com uma procura maior para o início de 2021, do que teve de reservas no início deste ano. “Estamos muito otimistas porque os números da pandemia estão estabilizados ou em queda há muito tempo aqui no estado. E quanto mais o tempo passa, mais confiança o turista vai adquirindo para voltar a viajar”, diz Tiburtius.

BRENDA ALCÂNTARA/JC IMAGEM
Hotéis afirmam que estão prontos para cumprir protocolos de higiene e receber hóspedes com segurança - BRENDA ALCÂNTARA/JC IMAGEM

O gerente e proprietário da pousada 4 Estações, Daniel Portela, também em Porto, concorda que, enquanto o turismo aéreo não decola, é o turismo rodoviário que está recuperando o setor. “O hóspede que chega hoje na pousada vem de Alagoas, de Sergipe, do Rio Grande do Norte e muitos do interior de Pernambuco. Argentinos e chilenos que antes vinham regularmente, esses não voltarão tão cedo”.

Portela conta que a ocupação do hotel está cravando os 100% nos finais de semana, caindo para 15% ou 20% nos dias úteis. “O público que ocupava a pousada ao longo da semana era aquele que vinha de longe, de avião. Eu espero que com a abertura dos negócios de praia a movimentação durante a semana também cresça, mas é a volta dos voos que vai fazer a diferença”. Ele acha que o cliente do mês de setembro será, em proporção, o mesmo deste mês de agosto, mas a partir de outubro o cenário deverá mudar. “Já estamos sabendo de um aumento nas reservas de voos mais próximos ao final do ano”, diz Portela.

Para além do litoral do Estado

Eduardo Cavalcanti, presidente da seção local da Associação Brasileira da Indústria Hoteleira (ABIH-PE) já comemora a demanda de reservas para este feriadão e que serve como parâmetro para o que deve ser o verão. “A demanda por reserva de hospedagens está muito boa, pode-se dizer até excelente. Não só no litoral.

Em Gravatá, por exemplo, a ocupação para este fim de semana está, até agora, em torno, de 90%. E para o verão, apesar de ainda ter muita gente receosa, há uma grande parcela louca para viajar. Eu acredito que será um verão muito bom”, estima Eduardo, lembrando que os hotéis estão trabalhando com a capacidade de hospedagem reduzida para 60% do total.

BRENDA ALCÂNTARA/JC IMAGEM
03.09.2020 - PRAIA - Movimentação da Praia de Porto de Galinhas e Boa Viagem e preparação para o feriado de 07 de Setembro e abertura do verão. - FOTO:BRENDA ALCÂNTARA/JC IMAGEM
REPRODUÇÃO
Opções nos sites de busca por hospedagem estão se esgotando - FOTO:REPRODUÇÃO

Comentários

Últimas notícias